Programa “Companheiro de Melvin Jones”

PDG ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

            Quando Melvin Jones criou o conceito de uma organização de serviço comunitário, é pouco provável que sua visão projetasse o que é hoje Lions Clube Internacional: a maior organização de clube de serviços do mundo com cerca de 47.000 Clubes ao redor do globo terrestre.

            É improvável também que o laborioso agente de seguros imaginasse naquela reunião realizada em junho de 1917, em Chicago, nos Estados Unidos, que milhões de dólares seriam distribuídos em todas as partes do mundo através da divisão caritativa da nossa associação, a Fundação de Lions Clubes Internacional (LCIF-Lions Clubs International Foundation).

            Para prestar uma digna homenagem ao fundador de Lions Internacional, a mais alta comenda de prestação de serviços humanitários recebeu o seu nome (“Companheiro de Melvin Jones”).

            Criada em 1973, essa comenda presta reconhecimento para com o serviço humanitário. Trata-se de um veículo através do qual Leões e pessoas não pertencentes ao Leonísmo podem participar do trabalho humanitário além de suas comunidades locais. A comenda não é um prêmio, mas sim uma honraria simbolizada por atributos como generosidade, compaixão e interesse pelo próximo. Devido ao caráter dessa honraria, a mesma pode ser conferida apenas a pessoas, não sendo outorgada a clubes, distritos ou outros grupos.

            À medida que as contribuições a LCIF aumentaram graças, principalmente, ao apoio extraordinário que o programa de “Companheiro de Melvin Jones” recebeu, sua capacidade de servir a comunidade mundial também aumentou. As doações ao programa são convertidas em obras humanitárias ao redor do globo.

            Quando uma pessoa, um Lions Clube ou um Distrito faz uma doação de mil dólares à LCIF para o programa de “Companheiro de Melvin Jones”, uma placa gravada e um distintivo de lapela são entregues à pessoa especificada. Não é necessário que o humanitário homenageado seja um Leão.

            Toda pessoa, Lions Clube ou Distrito pode decidir doar fundos irrestritos em parcelas de pelo menos cem dólares, por um período de cinco anos. Quando as contribuições totalizam mil dólares, a pessoa indicada pelo(s) doador(es) torna-se um “Companheiro de Melvin Jones”. As doações de Clubes e Distritos devem ser coletadas com o conhecimento e consentimento de todos os doadores, cujas contribuições compreendem a doação total para recebimento da comenda.

            Com uma doação de mil dólares, a comenda de “Companheiro de Melvin Jones” pode ser outorgada em memória de uma pessoa falecida, Leão ou não. Quando registrada como uma homenagem póstuma, uma placa apropriada em nome do recebedor e um distintivo de lapela são apresentados à pessoa da família cujo nome e endereço aparecem no espaço fornecido para essa informação no formulário próprio.

            Muitos Companheiros e Companheiras desejam continuar o seu envolvimento nas causas humanitárias participando do Programa Progressivo de “Companheiro de Melvin Jones”. Lions Clubes e Distritos também participam fazendo doações em nome de uma pessoa que já recebeu a comenda. Para cada doação de mil dólares, além da doação inicial de mil dólares, os “Companheiros de Melvin Jones” recebem diamantes, safiras ou rubis em reconhecimento pela doação de acordo com os vários níveis do Programa Progressivo.

            Ainda existem, em nosso meio, felizmente em número reduzidíssimo, pessoas que não aceitam o fato de que a comenda possa ser adquirida por pessoas que não participam do movimento. Alguns menos desavisados chegam a afirmar que “honraria não se compra” ou que “título comprado não tem valor”. Ledo engano!   Existem beneméritos que não pertencem ao Leonísmo mas reconhecem o trabalho humanitário desenvolvido por LCIF. E acreditam que, capitalizando valores de forma agrupada, a contribuição humanitária poderá proporcionar melhores resultados. E razão não lhes falta! São benfeitores da humanidade dotada de uma visão global. E a contrapartida também é meritória: os Lions Clubes podem adquirir a comenda e outorga-la a um membro da comunidade que não seja associado de Lions, mas que presta relevantes serviços comunitários à comunidade.

            Quando um Lions Clube concede a honraria a algum Companheiro, Companheira ou Domadora, o fato deve ser recebido com júbilo e sem divisões por todos os membros da unidade. No Clube não existe a ala do “Nós” ou a ala do “Eles”. Nossa ala é a do “Nós Servimos”. A satisfação de um deve ser reconhecida como satisfação de todos. Isso faz parte da unidade leonística.

            O Programa de “Companheiro de Melvin Jones” deve ser ininterrupto, perene, pois a humanidade depende de nós em proporções cada vez maiores.

Adicionar comentário

Cuidado com os termos para não ser banido.


Código de segurança
Atualizar

3º RGD 3 e 4 Fev/18 

Auriflama-SP 03 e 04 Fevereiro 2018
7
7
0
0

Usuários Online 

Temos 23 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

901741
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
171
1874
8960
807052
40434
64512
901741

Seu IP: 54.80.33.183
24-11-2017 07:05

Curtir No FaceBook 

Scroll to top