Será que algum Lions Clube que está “adormecido”

não precisa empurrar a sua vaquinha?

PDG ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

            Li a história abaixo, gostei e estou repassando para que os eventuais interessados a aproveitem da maneira que melhor lhes convier:

            “Um sábio passeava pela floresta com seu discípulo. Avistou uma casinha pobre, caindo aos pedaços, e foi até lá.  Nela moravam um casal e três filhos – todos mal vestidos, sujos, magros e apresentando desnutrição. O sábio perguntou ao pai da família: ‘como vocês sobrevivem? Não vejo horta alguma. Não vejo plantação alguma. Não vejo animais.’

            O pai respondeu: ‘Nós temos uma vaquinha que nos dá alguns litros de leite por dia. Uma parte do leite, nós tomamos. Outra trocamos na cidade vizinha por um pouco de alimento e roupas e assim vamos sobrevivendo.’

            O sábio agradeceu e saiu novamente pelo caminho. Logo em seguida avistou a vaquinha e ordenou ao seu discípulo: ‘Puxe aquela vaquinha até o precipício e a empurre morro abaixo.’ Mesmo sem compreender a ordem, o discípulo a cumpriu – empurrou a vaquinha no precipício. E ficou pensando na maldade do sábio em matar a única fonte de subsistência daquela pobre família. Aquilo não lhe saiu da cabeça por muito tempo.

            Alguns anos depois, passando pela mesma região, o discípulo lembrou-se da família e do episódio da vaquinha. Resolveu voltar àquela casinha e... surpresa!!!

            No lugar da pobre casinha havia uma bela casa. Um pomar ao redor. Várias cabeças de gado. Um trator novo. Na porta da casa avistou o mesmo pai – agora bem vestido, limpo e saudável. Logo apareceu a mulher e os três filhos – todos bonitos e aparentando muita saúde e felicidade.

            Quando o discípulo perguntou a razão de tantas mudanças nesses últimos anos, o pai da família respondeu: ‘A gente tinha uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Sem a vaquinha a gente teve que se virar e fazer outras coisas que nunca tínhamos feito: começamos a plantar, criar animais, usar a nossa cabeça para sobreviver e daí a gente viu que era capaz de fazer coisas que nunca tinha imaginado e de conseguir coisas que a gente achava impossível porque nunca havia tentado fazer. Sem a vaquinha, a gente foi à luta porque só tinha essa alternativa – lutar para vencer e sobreviver.’”

            A moral da história fica por conta da imaginação de cada um. Mas, aqui entre nós: todos temos uma “vaquinha” que nos dá alguma coisa básica para sobreviver e conviver com a “rotina”. Será que aqueles Lions Clubes que estão adormecidos ou no acostamento das atividades leonísticas não estão precisando empurrar a sua vaquinha?

            Vamos descobrir qual é a “nossa vaquinha” e, quem sabe, em algum momento de dificuldade empurrá-la morro abaixo.

Adicionar comentário

Cuidado com os termos para não ser banido.


Código de segurança
Atualizar

2ª RCG CATANDUVA 

2ª RCG CATANDUVA 1,2 dezembro
1
1
6
6
0
0
8
8
2
2
0
0
1
1
8
8

Usuários Online 

Temos 27 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

1703606
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
1928
2241
7537
1609878
24438
61164
1703606

Seu IP: 54.91.203.233
14-11-2018 23:39

Curtir No FaceBook 

Scroll to top