PROTOCOLO – ASSEMBLÉIA FESTIVA

VISITA DO GOVERNADOR AO CLUBE

Sugestão do PDG ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

1.ª PARTE – FORMAÇÃO DA MESA DIRIGENTE

            O Diretor Social, observando rigorosamente a ordem de precedência, anuncia os nomes para formação da mesa dirigente (bem como sua extensão e demais dirigentes e convidados) e depois comunica o fato:  “Companheiro Presidente, a mesa está constituída”)

2.ª PARTE – ABERTURA, INVOCAÇÃO A DEUS E HINO À BANDEIRA

            Presidente bate o sino.

            Presidente:     “Invocando a Deus, e pela grandeza da Pátria, damos por iniciada esta assembleia festina do Lions Clube de ..................., onde temos a honra de receber a visita oficial do Governador do Distrito LC-6, CL José Mário Bazan.

                                   “Solicitamos que todos permaneçam em pé, cada um dentro da sua fé, guardando um minuto de silêncio, enquanto ouviremos a Invocação a Deus na palavra do Companheiro Leão .................................. (ou da Companheira......  ou da Domadora...)

                                   (logo após o término da Invocação a Deus)

                                   “Ainda em pé, convidamos os presentes para entoarem a primeira estrofe e coro odo Hino à Bandeira”.

                                   (logo após o hino)

                                   “Convidamos que todos ocupem seus lugares”.

                                   (um minuto depois)

3.ª PARTE – NOMEAÇÃO DO MESTRE DE CERIMÔNIA

            Presidente bate o sino.

            Presidente:     “Nomeamos o CL .................................... para exercer as funções de Mestre de Cerimônia desta noite, e o convidamos para que venha até a mesa dirigente para receber o colar alusivo a essas funções.”

            (o Mestre de Cerimônia vai até o Presidente, recebe o colar (sem tocá-lo), dirige-se à tribuna e faz o agradecimento pela indicação:  “Agradeço o CL Presidente por ter me concedido o privilégio de funcionar como Mestre de Cerimônia desta importante solenidade.  Espero cumprir minhas funções a contento.”)

            (logo após a manifestação do Mestre de Cerimônia)

4.ª PARTE – SAUDAÇÃO AO GOVERNADOR

            Presidente bate o sino.

            Mestre de Cerimônia:  “Convidamos nosso Diretor Social, CL ................., para que, em nome dos componentes do Clube, faça a saudação ao Companheiro Governador. ”

            (um minuto depois da saudação)

5.ª PARTE – TROCA DE PRESENTES

            Presidente bate o sino.

            Mestre de Cerimônia:  “Convidamos o casal Presidente para que, em nome dos componentes do nosso Clube, entregue um mimo ao Companheiro Governador.”

            (depois da troca de presentes)

6.ª PARTE – TÉRMINO DO PROGRAMA DO MESTRE DE CERIMÔNIA

            Presidente bate o sino.

            Mestre de Cerimônia:  “Agradeço do CL Presidente por ter me concedido a honra de funcionar como Mestre de Cerimônia desta assembleia festiva, e lhe devolvo o colar alusivo a esses funções.”  (não tocar o colar; o presidente o retira do seu pescoço)

            (logo após a retirada do Mestre de Cerimônia)

7.ª PARTE – SAUDAÇÃO EM NOME DOS DIRIGENTES E CLUBES VISITANTES

            Presidente bate o sino.

            Presidente:     “Convidamos o PDG ...................................., do Lions Clube de ...............,

para uma saudação em nome dos dirigentes leonísticos e dos Clubes visitantes.”

            (depois da saudação)

8.ª PARTE – MENSAGEM DO GOVERNADOR

            Presidente bate o sino.

            Presidente:  “Companheiros, Companheiras, Domadoras e visitantes.  Chegou o momento maior da festiva desta noite.  É o momento de ouvirmos a mensagem do Governador do Distrito LC-6, CL José Mário Bazan, a quem dispensaremos nossa melhor atenção.”

            (logo depois da mensagem do Governador)

9.ª PARTE – ENCERRAMENTO

            Presidente bate o sino.

            Presidente:     “Desejamos consignar um agradecimento especial aos Companheiros, Companheiras e Domadoras que colaboraram para a realização da festiva desta noite.”

                                   “Agradecemos igualmente a visita dos queridos Companheiros, Companheiras e Domadoras dos Clubes irmãos, que aqui compareceram para enriquecer ainda mais a visita do Companheiro Governador.”

                                   “Agradecemos, também, os prezados e diletos dirigentes leonísticos que registraram suas presenças, o que muito nos honrou.”

                                   “Queremos, em nome dos Companheiros, Companheiras e Domadoras do Clube, manifestar ao Governador Bazan a honra que sentimos em recebe-lo como visitante oficial.  A mensagem e incentivo que nos trouxe servirão para engrandecer ainda mais as nossas atividades, o nosso movimento e o nosso querido Distrito LC-6.”

                                   “Informando que o jantar será servido a seguir, damos por encerrada esta assembleia festiva e convidamos a todos para uma saudação ao Pavilhão Nacional. ”

Observações:

  1. Este é um roteiro enxuto.  Não há necessidade de se prolongar em demasia uma festiva de visita do Governador.  Com este roteiro, a “fatura” poderá ser liquidada em pouco mais de uma hora.
  2. A escolha de apenas um dirigente para falar em nome dos dirigentes e dos clubes visitantes servirá para agilizar a reunião.  Não há necessidade de muita gente falar.
  3. Um cuidado especial deverá ser observado pelo Diretor Social na formação da mesa dirigente e sua extensão.  É imprescindível observar-se a ordem de precedência.
  4. Alertar o Mestre de Cerimônia.  Ele não toca no colar em nenhum momento.  É o Presidente que o coloca e retira do seu pescoço.
  5. O Presidente não deve ter receio de usar o sino e o martelo como alerta, principalmente se houver muito zum-zum-zum na plateia.
  6. Horário foi feito para ser cumprido.  Se a assembleia estiver marcada para as 21:00 horas, o Diretor Social deverá começar a formação da mesa exatamente neste horário.
  7. O Presidente deve evitar “abrir a palavra” a visitantes.  Se fizer, “a coisa vai longe”.
  8. O PDG que for falar em nome dos dirigentes e clubes visitantes deve ser alertado, com diplomacia, para que não se exceda no tempo.
  9. Uma assembleia rápida possibilita um tempo maior de companheirismo durante o almoço ou jantar de confraternização.

            

Comentários  

0 #1 antonio carlos vieir 24-10-2016 18:13
otima instrução leonistica
Citar

Adicionar comentário

Cuidado com os termos para não ser banido.


Código de segurança
Atualizar

3º RGD 3 e 4 Fev/18 

Auriflama-SP 03 e 04 Fevereiro 2018
7
7
2
2

Usuários Online 

Temos 82 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

899596
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
2694
843
6815
807052
38289
64512
899596

Seu IP: 54.225.16.10
22-11-2017 22:12

Curtir No FaceBook 

Scroll to top