Fala3 

Aplicação da verba da cota internacional

PDG ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

 

            Tenho notado que muitos Companheiros, Companheiras e Domadoras do Clube a que pertenço, especialmente os que ingressaram no movimento mais recentemente, ainda têm algumas dúvidas a respeito da destinação do dinheiro que recolhemos a título de cota internacional.   Alguns pensam que o dinheiro vai para os Estados Unidos e fica por lá mesmo.  Não é bem assim!  Vou tentar esclarecer.

            Todo associado do Clube recolhe para a Associação Internacional de Lions Clubes, anualmente, uma cota de U$43,00 (quarenta e três dólares), dividida em duas parcelas semestrais de  U$21,50 (vinte e um dólares e cinquenta cents), mas convertidos em reais pelo nosso Tesoureiro e depositados conforme orientação em poder da Diretoria.

            Segundo informações que, em 22 de março de 2011, através do nosso escritório de São Paulo, me foram prestadas pelo Sr. Mark Bularzik, Gerente do Departamento Ibero-Americano da sede internacional, uma análise de auditoria recente de Lions Internacional esclarece que os recursos que recolhemos a título de conta internacional tem a seguinte distribuição:

                -  Convenção Internacional  -  15% do montante;

                -  Revista Leão  -  16% do montante;

                -  Seguros  -  1% do montante;

                -  Despesas de Governadoria e Governadores eleitos  -  14% do montante;

                -  Dirigentes internacionais e Diretores internacionais  -  6% do montante;

                -  Programas de apoio a Clubes e Distritos  -  37% do montante;

                -  Sede Internacional  -  10% do montante;

                -  Perdas por cotas não pagas  -  1% do montante.

            Não pretendo, nesta mensagem, entrar no mérito da distribuição do montante arrecadado por Lions Internacional.  Entretanto, para colaborar com nossos associados que ingressaram mais recentemente no movimento leonístico, vou tentar, de forma geral, tecer algumas modestas considerações sobre a destinação e aplicação da verba arrecadada a título de cota internacional:

  1. A Associação precisa de um Estatuto e Regulamentos que norteiem sua própria orientação aos Clubes filiados.  Necessita, igualmente, da manutenção de um sistema com poderes para alterar ou emendar referidos diplomas legais.  Esses poderes cabem, por direito, aos Delegados presentes à Convenção Internacional.  É nessa convenção que são eleitos os dirigentes da nossa entidade.  É um fórum onde os Delegados podem e devem expressar suas opiniões.  Além das suas funções legislativas e efetivas, a convenção tem grande valor como fonte de inspiração e informação para os Clubes de todo mundo.
  2.  A revista Leão (The Lion) é uma publicação internacional dedicada a pessoas imbuídas pelo mesmo espírito humanitário e desejosas de servir ao próximo.  A grande finalidade dessa publicação bimestral é divulgar os acontecimentos e as atividades de maior relevo dos Lions Clubes, dos dirigentes e diretores internacionais, bem como sobre as atividades dos Delegados durante as convenções.  É, na realidade, um resumo geral de notícias e acontecimentos relacionados com o movimento leonístico.
  3. Parte da cota internacional custeia transportes e outras despesas com o comparecimento dos Governadores e Vice-governadores eleitos às Convenções Internacionais e Nacionais, bem como aos seminários executivos que as precedem.
  4. A cota cobre também gastos de escritório e despesas com viagens dos Governadores.  Deseja-se que os Governadores de Distrito façam visitas oficiais a todos os Clubes do Distrito durante a gestão.  Deseja-se, também, que mantenham outros contatos com os Clubes do Distrito, e isso acarreta, naturalmente, grandes gastos para a Associação.  Os Governadores tem parte das suas despesas ressarcidas por Lions Internacional, inclusive as reuniões do Conselho de Governadores do Distrito Múltiplo.
  5. Durante sua gestão, o Presidente Internacional recebe centenas de pedidos de Clubes e Distritos do mundo todo, solicitando para que ele os visite.  Ele dedica todo o ano para a Associação, assistindo reuniões da Diretoria Internacional, reuniões da Diretoria Executiva, diversas Convenções Nacionais ao redor do mundo, sem receber qualquer recompensa financeira.  Como seus gastos com viagens, escritório e outros itens são consideráveis, as Convenções decidiram que a Associação deveria reembolsá-lo.  Isso se aplica também aos Dirigentes, Diretores Internacionais, Ex-Presidentes Internacionais e outros dirigentes quando convidados.
  6. Despesas de representação da sede internacional.  Despesas de escritório, inclusive material permanente e de consumo pessoal e despesas de pessoas altamente especializadas e conhecedoras da estrutura e funcionamento dos Clubes, para visitarem Clubes fracos e fundação de novos Clubes, e ainda para contornar desacordos que surgem entre Clubes e/ou Distritos.  É o caso do nosso escritório de São Paulo.
  7. O mundo leonistico conta com 46.736 Clubes, que totalizam 1.408.136 associados e são distribuídos por 210 países e regiões geográficas (dados de abril de 2015).  (Observação: no Brasil temos 1.555 Clubes e 43.051 associados).  As despesas da Associação neste setor abrangem a manutenção de uma equipe especializada nos idiomas oficiais, administração, promoção de pesquisas, promoção de líderes e elaboração de material impresso, distribuídos aos Clubes e Governadores de Distrito.
  8. A Associação tem programas especiais para os Clubes.  Este item abrange despesas com funcionários, impressos, porte e prêmios leonísticos usados na promoção e administração de programas oficiais, tais como aumento de associados, prêmios para associados, planejamento e desenvolvimento de atividades internacionais, Leo Clubes e outras atividades juvenis, inclusive a preparação de filmes e anúncios gravados para emissoras de rádio e televisão.
  9. Parte da verba é destinada a publicações, materiais e seguros para Clubes e Distritos.  Destina-se à impressão e distribuição do material impresso para 180.000 novos associados (média anual), a cerca de 390.00 presidentes de Comissões, a cerca de 245.000 novos dirigentes e diretores de Clubes, além de cerca de 3.000.000 de cartões de associados e cerca de 14.000 anuários de Clubes.  Inclui-se neste item as despesas com porte e despacho dos materiais.
  10.  Quando os Governadores efetuam despesas com transporte, hospedagem, alimentação, publicações, telefonemas, portes, telegramas, funcionários e outras pertinentes ao cargo, a Associação Internacional reembolsa essas despesas dentro de determinados critérios e limites.  Os documentos desses pagamentos são minuciosamente examinados por um grupo de auditores nos idiomas correspondentes, que analisam também as despesas de conversão com as diversas moedas do mundo.
  11.  A Associação mantém um Serviço Jurídico que é constantemente acionado.
  12.  Toda organização necessita de uma coordenação central.  No caso da nossa Associação é indispensável a manutenção de um escritório (em Oak Brook, Chicago, Illinois, nos Estados Unidos) para coordenar as atividades do Presidente Internacional e demais dirigentes da Diretoria Internacional, dos Governadores de Distrito, dos Clubes e dos associados.  A manutenção do escritório exige um orçamento para conservação do edifício sede e operações administrativas tais como contabilidade, faturamento, cobranças, compras, serviço de arquivo, processamento de dados,  centro de correspondências e muitas outras atividades pertinentes ao seu bom funcionamento.

            Espero ter colaborado para, pelo menos, clarear um pouco o importante assunto que ainda causa tantas dúvidas entre nossos associados.

Adicionar comentário

Cuidado com os termos para não ser banido.


Código de segurança
Atualizar

3º RGD 3 e 4 Fev/18 

Auriflama-SP 03 e 04 Fevereiro 2018
7
7
2
2

Usuários Online 

Temos 92 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

899606
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
2704
843
6825
807052
38299
64512
899606

Seu IP: 54.225.16.10
22-11-2017 22:13

Curtir No FaceBook 

Scroll to top