Fala3

HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR?

 

PDG ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

 

            Tenho notado certa euforia por parte de alguns dirigentes leonísticos e também em algumas publicações, alardeando o crescimento do nosso movimento no que diz respeito ao número de associados.

            Não sei se há motivos para comemoração!

            Sou um “jovem” veterano Leão nascido no início da Segunda Grande Guerra Mundial (1940) que ainda acredita que contra números não há argumentos.  Tomo a liberdade de quantificar, na sequência, alguns números.

            Pelo mundo:  Quando o CL Augustin Soliva assumiu a Presidência de Lions Internacional, em 01/07/1996, a Associação contava com 1.425.310 associados e 43.373 Clubes.  E olha que, naquela época, a Domadora ainda não podia ser transformada em Companheira Leão.  A grande meta de Soliva, em sua gestão, era fazer com que Lions Internacional chegasse à casa de 1,5 milhão de associados em todo mundo.  Encerrou seu ano sem atingir a meta, mas chegou a 1.450.000 aproximadamente.  Em outubro de 2015, mais de 19 anos depois, os números apontam 1.377.872 associados e 46.587 Clubes, ou seja, um decréscimo de quase 47.438 associados de Soliva até agora, embora com um acréscimo de 3.204 Clubes.  Há motivos para comemorar?

            Vejamos o caso do Brasil:  em 1996/1997 tínhamos 1.814 Clubes e 48.484 associados.  Em outubro de 2015 estávamos com 1.559 Clubes e 42.495 associados.  Ou seja, redução de 255 Clubes e 5.989 associados.  Há motivos para comemorar?

            Vamos trazer os números para nossa Casa, o Distrito LC-6:  em 30/06/1998, quando encerrei minha Governadoria, entreguei para o saudoso Governador Menóia um Distrito com 2.174 associados e 71 Clubes.  Em 30 de novembro de 2015, mais de 17 anos depois, o Distrito estava com 1.685 associados e 63 Clubes, ou seja, uma queda de 489 associados e 8 Clubes.  E tem uma agravante:  dos atuais 1.685 associados do Distrito, 321 são Domadoras que foram transformadas em Companheiras Leão.  Na realidade, a defasagem de 1998 até hoje está em 1.364 associados.  Há motivos para comemorar?

            O que não concordo é com a euforia de alguns dirigentes leonísticos, alardeando o crescimento do nosso movimento no que diz respeito ao número de associados.  Agora, se a comemoração for pela retomada do crescimento que foi perdida há cerca de duas décadas, aí sim compactuo com eles.  O Lions não está crescendo em número de associados.  Está, isto sim, retomando o crescimento que foi perdido!

            Desejo trazer mais duas observações para esta mensagem:

            1.ª)  Não sou contra, em absoluto, à transformação das Domadoras em Companheiras Leão.  Só que, na minha modestíssima opinião, isso deve ser uma coisa natural, espontânea, partindo do desejo pessoal de cada uma delas, e não uma situação forçada e apenas para aumentar o número de associados no Clube.

            2.ª)  Aliás, quando Lions Internacional autorizou o ingresso da mulher como Companheira Leão, em 1987, o grande objetivo era trazer senhoras da sociedade, que não tinham qualquer envolvimento leonístico, para dentro dos nossos Clubes.  Esse era o escopo principal da proposta.  Ou seja, um aumento real do nosso quadro associativo.

            E encerrar com uma indagaçãoqual foi o benefício que o malfadado redistritamento implantado a partir do ano 2000 trouxe para o leonismo brasileiro?   Responda quem puder!

Adicionar comentário

Cuidado com os termos para não ser banido.


Código de segurança
Atualizar

3º RGD 3 e 4 Fev/18 

Auriflama-SP 03 e 04 Fevereiro 2018
7
7
2
2

Usuários Online 

Temos 90 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

899604
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
2702
843
6823
807052
38297
64512
899604

Seu IP: 54.225.16.10
22-11-2017 22:13

Curtir No FaceBook 

Scroll to top