Fala3

O Lions e a Sustentabilidade

PDG ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                Sustentabilidade é a expressão da moda, ou que pelo menos não saiu de moda.  O termo “sustentável” provém do latim “sustentare”, que significa sustentar, defender, favorecer, apoiar, conservar, cuidar.

            Sustentabilidade é um conceito ambivalente e frequentemente utilizado de forma arbitrária.  Muitas vezes “sustentabilidade” é usado simplesmente como sinônimo de “durável”.

            Mas o que é, afinal, sustentabilidade?  É um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana.  Foi criado em 1987 e inserido em relatório da Comissão Mundial para o Meio Ambiente, criada pela Organização das Nações Unidas.

            O desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente sem, contudo, comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem às suas próprias necessidades.  Em outras palavras, é o equilíbrio na convivência entre as pessoas e o meio ambiente.  Isso significa cuidar dos aspectos ambientais, sociais e econômicos e buscar alternativas para sustentar a vida na Terra sem prejudicar a qualidade de vida no futuro.

            Define-se por desenvolvimento sustentável um modelo econômico, político, social, cultural e ambiental equilibrado, que satisfaça as necessidades das gerações atuais, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer suas próprias necessidades.  Esta concepção começa a se formar e difundir junto com o questionamento do estilo de desenvolvimento adotado, quando se constata que este é ecologicamente predatório na utilização dos recursos naturais, socialmente perverso com geração de pobreza e extrema desigualdade social, politicamente injusto com concentração e abuso de poder, culturalmente alienado em relação aos seus próprios valores e eticamente censurável no respeito aos direitos humanos e aos das demais espécies.

            O conceito de sustentabilidade comporta sete aspectos principais, a saber: sustentabilidade social, sustentabilidade econômica, sustentabilidade ecológica, sustentabilidade cultural, sustentabilidade espacial, sustentabilidade política e sustentabilidade ambiental.

            O grande marco para o desenvolvimento sustentável mundial foi, sem dúvida, a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro, em junho de 1992 (a Rio 92), onde se aprovou uma série de documentos importantes, entre os quais a Agenda 21, um plano de ação mundial para orientar a transformação desenvolvimentista, identificando, em 40 capítulos, 115 áreas de ação prioritária.  A Agenda 21 apresenta como um dos principais fundamentos da sustentabilidade o fortalecimento da democracia e da cidadania, através das pessoas no processo de desenvolvimento, combinando ideias de ética, justiça, participação, democracia e satisfação de necessidades.  O processo iniciado no Rio de Janeiro, em 1991, reforça que antes de se reduzir a questão ambiental e argumentos técnicos, deve-se consolidar alianças entre os diversos grupos sociais responsáveis pela catalisação das transformações necessárias.

            Dentre alguns dos focos discriminados na Agenda 21, podemos destacar:  cooperação internacional; combate à pobreza; mudança dos padrões de consumo; habitação adequada; integração entre o meio ambiente e desenvolvimento na tomada de decisões; proteção da atmosfera; abordagem integrada do planejamento e do gerenciamento dos recursos terrestres;  combate ao desflorestamento; manejo de ecossistemas frágeis, ou seja, a luta contra a  desertificação e a seca; promoção do desenvolvimento rural e agrícola sustentável; conservação da diversidade biológica; manejo ambientalmente saudável dos resíduos sólidos e questões relacionadas com os esgotos; fortalecimento do papel das organizações não-governamentais, que são parceiras para o desenvolvimento sustentável; iniciativas das autoridades locais em apoio à Agenda 21; fortalecimento do papel dos agricultores; promoção do ensino, da conscientização e do treinamento.

            O que o LIONS tem a ver com a SUSTENTABILIDADE?  Tudo!

            Grande parte dos preceitos estabelecidos pelo Código de Ética do Leão, pelos Propósitos dos Lions Clubes e pelas Declarações de Visão e de Missão da nossa Associação Internacional se enquadram naquilo que é definido pelo desenvolvimento sustentável.  Leiam e meditem sobre o que estabelecem esses nossos diplomas de conduta!

Adicionar comentário

Cuidado com os termos para não ser banido.


Código de segurança
Atualizar

3º RGD 3 e 4 Fev/18 

Auriflama-SP 03 e 04 Fevereiro 2018
7
7
2
2

Usuários Online 

Temos 77 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

899591
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
2689
843
6810
807052
38284
64512
899591

Seu IP: 54.225.16.10
22-11-2017 22:12

Curtir No FaceBook 

Scroll to top