CONSTRUIR E NÃO DESTRUIR

CL Wilton Marzochi

LIONS Clube de Fernandopolis 

Havia um pai aflito com os modos do único filho, arrogante, intempestivo nas ações e palavras, que vivia magoando as pessoas, principalmente as estranhas, mas também as da família. E um dia ele, pai, resolveu dialogar com o filho, de sorte a tentar demonstrar para ele que o jeito como tratava as pessoas machucava e ofendia, abrindo fossos no relacionamento diuturno dele com os demais.

Refletindo um pouco, o rapaz passou a pedir desculpas as outras pessoas, mas não mudou os seus modos ríspidos e ate grosseiros. O pai tentou nova abordagem com o filho e este justificou-se, dizendo que, ao pedir desculpas aqueles que se mostrassem suscetíveis, ele estaria se comportando de forma adequada. Nesse momento o pai considerou mostrar o filho o quanto ele estava equivocado. Amorosamente pediu que o acompanhasse ate os fundos do quintal, onde havia uma pequena oficina. Ali o pai tomou de um pedaço de tabua, alguns pregos e um martelo. Passou-os ao filho e pediu que o rapaz fincasse os pregos na tabua. O filho obedeceu. A seguir, pediu que o filho, usando o mesmo martelo, retirasse os pregos da tabua. O filho novamente obedeceu.

Nesse momento o pai, usando clara parábola, fez ver ao filho que ele era duro o martelo, enquanto os pregos eram as ofensas e magoas que ele provocava nas pessoas. Retirar os pregos da tabua era o mesmo que pedir desculpas, o que geralmente ele fazia para tentar dissipar as ofensas. Mas ai o pai, com sabedoria e brandura, indicou ao filho os buracos que permaneciam na tabua. E então completou a lição, dizendo: você finca pregos nas pessoas, quando as magoa, e imagina que, ao desculpa-se, isto é, ao retirar os pregos, elas se sintam plenamente restabelecidas nos seus sentimentos, porem, não é assim, pois, depois de fincar os pregos nas pessoas (ofender), você provoca mudanças nelas. Veja que ao desculpar-se, o que equivaleria a retirar os pregos, você ainda deixa nelas às marcas das ofensas e magoas como se fossem os buracos que permanecem nesta tabua.

O zeloso e amoroso pai arrematou: por isso, meu filho, modere os seus hábitos no dia-a-dia com as pessoas. Trate-as com respeito e ate alguma delicadeza. As ações grosseiras abrem espaços entre elas e você, que o tempo não faz encurtar. Palavras podem machucar mais do que golpes atirados com as mãos, ou as pedras que cercam o nosso caminho. Tenha mais cuidado em tudo na vida.

Exemplo de ensinamento de um pai cuidadoso. Mas, para nos, do LIONS, qual o significado do quanto foi dito? Onde esta a relação da instrução de hoje com cada um de nos? Esta no CODIGO DE ETICA DO LEÃO, principalmente nas orações que mandam “SEMPRE ter em mente minhas obrigações para com (...) minha comunidade”, dando as pessoas “minha lealdade permanente com palavras, atos e intenções”. “SER CUIDADOSO em minhas criticas e generoso em meus elogios; CONSTRUIR E NÃO DESTRUIR”. 

Adicionar comentário

Cuidado com os termos para não ser banido.


Código de segurança
Atualizar

Convenção DMLC 

XIX Convenção DMLC Buzios - RJ.
9
9
0
0
6
6
4
4
0
0
0
0
6
6

Usuários Online 

Temos 58 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

1339436
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
75
3839
4579
1245368
45540
79044
1339436

Seu IP: 54.158.194.80
22-05-2018 01:19

Curtir No FaceBook 

Scroll to top