PROTOCOLO LEONÍSTICO

DISTRITO LC-6 - AL 2018/2019

DGCaLMJ MARIA APARECIDA DESTITO PELLIZON

 

PROTOCOLO

 

          O termo protocolo é de origem grega e representa uma expressão oficial de cortesia. Os historiadores dizem que ele remonta à Idade Média. Empresta realce e dignidade às solenidades, qualquer que seja a esfera de abrangência das mesmas.

O termo protocolo possui muitas dimensões. Significa respeito à posição de outrem, representa o tato e diplomacia com que nos aproximamos uns dos outros, também pode ser visto como um sistema de etiqueta.

No setor governamental, o protocolo rege o cerimonial adotado nas relações e recepções entre Soberanos, Chefes de Estado, Ministros e Diplomatas.

O protocolo é irmão da etiqueta e da educação, filho do bom senso e das boas maneiras.

No Lions, a palavra protocolo diz respeito às regras e tradições a serem observadas e que devemos manter em nossas atividades, pois objetiva o comportamento social e ético das nossas reuniões.

Protocolo é um assunto que diz respeito diretamente aos Dirigentes Executivos, Diretores Internacionais, Dirigentes de Distrito e de Clubes.

Quando uma pessoa viaja voluntariamente milhares de quilômetros, despende o tempo que dedicaria a sua família e amigos, negócios ou à profissão, ela bem que merece o melhor quando é recebida no âmbito leonístico.

          Conhecer e aplicar o protocolo é uma forma de dizer "muito obrigado" a quem nos visita.

          Há os que pensam que, ao expor corretamente as Bandeiras e formar sem erro a Mesa Dirigente, já terá cumprido o protocolo. Ledo engano, essa é somente uma parte do mesmo.

          Há os que atribuem à Diretoria Social a obrigação de desempenhar todas as disposições protocolares. Igualmente não procede esse pensamento.

          O Diretor Social tem, em suas incumbências, várias atribuições que se ligam ao assunto em questão, porém um Clube que realmente zela pelo desenvolvimento da reunião revestida de solenidade, conta com todos os seus Leões e Domadoras na atenção para com todos os convidados e visitantes, recebendo-os condignamente.

          É importantíssimo para um Clube bem impressionar, que seus componentes se mostrem afáveis desde a porta de recepção e durante toda a permanência do visitante ou convidado, para que este, de fato, sinta-se como uma pessoa de grande importância na reunião.

 

GÊNERO DAS REUNIÕES

 

          As reuniões leonísticas são de enorme versatilidade; desenvolvem-se em acanhadas salas, grandes salões e enormes ginásios, havendo para cada uma delas cuidados especiais a serem observados.

          Classificam-se as reuniões de Lions em duas espécies importantes:

          - Reuniões de Trabalho.

          - Reuniões Festivas.

         

           

REUNIÕES DE TRABALHO

        

As REUNIÕES DE TRABALHO devem ser diferenciadas, pois são elas realizadas nos diversos níveis e com a presença obrigatória dos associados de Lions.

 

1 – NÍVEL DE CLUBE

 

          1.1 - Assembleia Geral Ordinária

          1.2 - Assembleia Geral Extraordinária

          1.3 - Diretoria

          1.4 - Comissões

          1.5 - Fórum, Simpósio ou Conferências

          1.6 - Conjunta com outro Clube.

 

2 – NÍVEL DE DISTRITO

 

          2.1 – Comitê Assessor

          2.2 – Conselho Distrital

          2.3 – Convenção

          2.4 – Fórum, Simpósio ou Conferência.

 

3 – NÍVEL DE DISTRITO MÚLTIPLO

        

3.1 – Conselho de Governadores

3.2 – Convenção

 

 

4 – NÍVEL INTERNACIONAL

 

         4.1 – Diretoria

         4.2 – Convenção

 

 

 

REUNIÕES FESTIVAS

        

                                       

           As REUNIÕES FESTIVAS contam com a participação dos associados de Lions e também de autoridades civis, militares e eclesiásticas, de convidados e visitantes. Igualmente efetivadas nos vários níveis, requerem uma atenção especial na sua condução.

 

Dentre elas destacamos, Assembléia Festiva de:

        

          01 – Fundação de Clube

          02 – Entrega da Carta Constitutiva

          03 – Posse de Diretoria

          04 – Admissão de Novo Associado

          05 – Aniversário do Clube

          06 – Visita Oficial do Governador

          07 – Instalação de Convenção

          08 – Confraternização e Encerramento

          09 – Visita de Autoridades e ou Dirigentes Internacionais

          10 – Outras reuniões especiais

 

ESCOLHA DO LOCAL E MATERIAL NECESSÁRIO

 

          A mesa dirigente deverá estar convenientemente arrumada. Nas reuniões de trabalho, o material apropriado consta de: - bloco de papel, canetas, folhetos, impressos, circulares e escrito sobre o assunto e outros julgados necessários.

          O sino e o martelo, água e copos, sistema de som, microfones, tribuna com boa iluminação são detalhes que devem merecer atenção especial, além das bandeiras e estandartes.

          Havendo necessidade:- projetor de slides, retroprojetor, tela, mapas, cartazes e outros relacionados ao temário a ser desenvolvido.

          Nas Assembléias Festivas, além dos itens acima a serem utilizado no evento, é bom lembrar aos responsáveis pela preparação do ambiente, a disposição dos assentos que comporão a Mesa Dirigente e a Mesa de Extensão; não esquecer algum enfeite, ter à disposição placas, diplomas, certificados para entrega, brindes para sorteios e o que mais possa ser usado no correr do programa.

          Na prática cerimonial devemos “saudar o Pavilhão Nacional”, daí a obrigatoriedade deste. A Associação Internacional possui sua bandeira. Entendemos serem estas de uso obrigatório em nossos recintos.  

           Assim, para nortear e manter observados os usos e costumes, a prática nos ensina que devem estar presentes:-

        

          Em reunião de Clube, as bandeiras;- Nacional, do Estado, do Município, do Lions e o Estandarte do Clube.

         

         Num evento Distrital, as bandeiras:- Nacional, dos Estados (São Paulo e Minas Gerais), do Lions e Estandartes de Clubes. (Existem muitos casos de ser o Município onde está sendo efetivada a reunião, homenageado com a presença de sua bandeira).

          Nas reuniões do Distrito Múltiplo, devem estar as bandeiras dos Estados que o compõem

          Numa reunião Nacional, as bandeiras:- do Brasil, do Lions, de todos os Estados, Distrito Federal e estandartes dos Clubes presentes..

         Embora imprevisível o número de participantes, deve ser levada em conta a acomodação; daí ser preciso uma escolha criteriosa do recinto onde deva se desenrolar o evento; diante da sua repercussão e importância, providenciar para que as cadeiras sejam suficientes e haja mesa para todos.

 

 

COLOCAÇÃO DAS BANDEIRAS NO SUPORTE

 

01 – A Bandeira do Brasil é sempre a principal e central.

02 – Se o número de bandeiras for ímpar, a do Brasil estará sempre                     

        no centro.

03 – Se o número de bandeiras for par, a do Brasil estará mais á

        esquerda de quem observar o dispositivo de frente, mais

        próximo possível do centro.

04 -  Bandeiras de outros países terão precedência sobre as dos

        Estados; bandeiras estaduais terão precedências sobre as

        dos municípios; bandeiras municipais terão precedências sobre a   

        do Lions; bandeira da ONU, onde houver, virá sempre depois

        das  bandeiras de outros países e antes das estaduais.

05 – Bandeiras estrangeiras diversas serão colocadas em lugares de

        honra por ordem alfabética dos países (sempre na tradução

        portuguesa). Exemplos: Bandeira da Holanda tem precedência

        sobre a da Itália; a do Chile sobre a dos Estados Unidos. Uma

        única exceção: se o Clube estiver homenageando um país ou

         colônia estrangeira, a bandeira deste país será colocada no

         lugar de honra imediatamente após a Bandeira do Brasil; as

         demais bandeiras estrangeiras porventura existentes nas mesma

         solenidade serão colocadas a seguir, por ordem alfabética.

06 – Colocação e lugares de honra têm uma regrinha básica muito

         fácil de ser seguida, e que desenvolvemos desde o início da

         nossa vida leonística; quando a quantidade de bandeiras for

         impar, o lugar de honra começa “a esquerda da Bandeira do

         Brasil, olhando-se o dispositivo de frente; quando a quantidade

         de bandeiras for par, o lugar de honra começa a direita da

         Bandeira do Brasil, olhando o suporte de frente”

07 -   É do conhecimento de todos que a lei reguladora determina que o número de estrelas do nosso Pavilhão deve ser igual ao de Estados que atualmente são 27.

  

          Resolução n. 815-88/89 é “do antigo CNG – Conselho Nacional de Governadores”– Os Lions deverão continuar a cumprir a letra “p” do artigo 15 do Estatuto Padrão, prestando justa e patriótica homenagem ao Pavilhão Nacional, com uma salva de palmas ao final das Assembleias e demais eventos leonisticos, realizados em recintos fechados.

 

 

 

 

AS BANDEIRAS

 

As formações mais usadas são as seguintes:

 

Duas Bandeiras

Brasil          Lions

 

Três Bandeiras

Estado       Brasil       Lions

 

Quatro Bandeiras

Município       Brasil       Estado       Lions

 

Cinco Bandeiras

Município       Chile       Brasil       Estado       Lions

 

Seis Bandeiras

Município       Peru       Brasil       Chile       Estado       Lions

 

 

 

DAS BANDEIRAS

 

1 – USO:- Está regulamentado pela lei n. 500 de 01/09/1971, que “dispõe sobre a forma e a apresentação dos Símbolos Nacionais e dá outras providências”, alterada pela Lei n. 8421, de 11/05/1982, estabelece em seu  Art. 1º:

 

“São Símbolos Nacionais”

         

          1 – Bandeira Nacional

          2 – Hino Nacional

          3 – As Armas Nacionais

          4 – Selo Nacional.

 

2 – POSIÇÃO – Sempre à direita, “Considera-se DIREITA de um dispositivo de bandeiras, a direita de uma pessoa colocada junto a ela e voltada para a rua, à plateia, ou de modo geral, para o público que observa o dispositivo”.

          Quando alguém entrar no salão e olhar para a Mesa Dirigente, a Bandeira Nacional estará à esquerda.

          Só a Bandeira ao centro deve ser colocada acima das cabeças dos componentes da Mesa Dirigente.

          A Bandeira deve ser colocada ao lado direito da Mesa Dirigente, portanto, à esquerda de quem observa de frente.

 

3 – BANDEIRAS DE OUTROS PAÍSES – Terão precedências sobre as dos Estados e obedecerão a Ordem Alfabética dos nomes dos países, de acordo com o idioma português.

 

4 – BANDEIRA DA ONU – Será colocada após a dos países e tem precedência sobre a dos Estados.

 

5 – BANDEIRAS DOS ESTADOS – Têm precedência sobre as dos Municípios, Clubes, Associações, etc., no nosso Distrito deveremos observar que sua área de atuação abrange dois Estados – São Paulo e Minas Gerais – deverão ser colocadas as duas Bandeiras, observando: quando o evento for no Estado de São Paulo a preferência será da Bandeira Paulista, quando o evento for no Estado de Minas Gerais, a preferência será da Bandeira Mineira.

Caso haja presença de mais representantes estaduais e haja suas bandeiras no Clube, as Bandeiras deverão ser colocadas de acordo com a Constituição Histórica dos Estados (Decreto n. 70234 – Art. 8º ) a saber: Bahia – Rio de Janeiro – Maranhão – Pará – Pernambuco – São Paulo – Minas Gerais – Goiás – Mato Grosso – Rio Grande do Sul – Ceará – Paraiba – Espírito do Santo – Piauí – Rio Grando do Norte – Santa Catarina – Alagoas – Sergipe – Amazonas – Paraná – Acre – Distrito Federal – Rondônia – Mato Grosso do Sul – Tocantins – Amapá – Roraima.

 

6 – BANDEIRA DO LIONS – Colocada após as bandeiras do Brasil, Países, ONU, Estados e Municípios.

 

7 – ALGUMAS APRESENTAÇÕES DA BANDEIRA NACIONAL – A Bandeira Nacional pode ser aplicada sobre paredes ou presa a um cabo horizontal, ligando edifícios, árvores, postes ou mastros; pode ser reproduzida em paredes, tetos, vidraças, veículos e aeronaves, pode ser colocada sobre ataúde até a ocasião do sepultamento. Pode ser hasteada ou arriada a qualquer hora do dia (Exceto no dia 19 de Novembro, quando deverá ocorrer ás 12 horas, precisamente)

 

 

PROCEDIMENTOS PROIBIDOS NO USO DA BANDEIRA NACIONAL

 

   A Bandeira Nacional não pode:

1 – Ser suporte de qualquer outra coisa (outras bandeiras,

      estandartes, enfeites, etc.) 

2 – Ser enrolada no corpo de uma pessoa.

3 – Ser enrolada e transportada.

 

 

COMPOSIÇÃO DA MESA DIRIGENTE

 

      Dependendo do gênero da reunião, não há necessidade de um

 rígido protocolo para a composição da mesa.

        

         Classificamos as nossas reuniões em “de trabalho” e “festivas”.

 

         Naquelas, embora não com frequência, pode haver além da presença obrigatória dos Leões, a de um convidado ou orador convocado para discorrer sobre determinado assunto. A este, deve-se, uma atenção especial e seu posicionamento na mesa dirigente será sempre à direita do Presidente.

         

          As Reuniões de Diretoria de Clube, as Assembleias Ordinárias ou Extraordinárias serão dirigidas pelo Presidente do Clube e na sua falta pelos Vice-Presidentes, na ordem decrescente.

         

          Deverão participar da mesa o Secretário, à direita do Presidente e o Tesoureiro a sua esquerda, e eventualmente, alguma autoridade leonística presente ocupará o lugar a direita do Presidente.

         

          As reuniões de Comissões terão a direção do seu Presidente.

         

          Nível de Distrito, as reuniões do Comitê Assessor ficam sob a direção do Coordenador de Divisão, e aquelas realizadas pelo Conselho dos Ex-Governadores, pelo Ex-Governador Imediato, que tradicionalmente é o seu Presidente.

         

          As reuniões do Conselho Distrital e da Convenção, serão presididas pela Governadora do Distrito e os Fóruns (convocados pelo Gabinete da Governadoria) são presididos pelo Coordenador da Região.

 

         Nível de Distrito Múltiplo (caso específico do Brasil), tanto as reuniões do Conselho de Governadores como a Convenção serão presididas pelo Presidente do Conselho de Governadores.

 

         Nível Internacional, na mesma forma, as reuniões da Diretoria e da Convenção Internacional terão a direção do Presidente da Associação Internacional de Lions Clubes.

 

         Para a composição da Mesa Dirigente dessas reuniões, deve-se observar a Ordem de Precedências dos Dirigentes Leonísticos, abaixo:

       

 

ORDEM DE PRECEDÊNCIA DOS DIRIGENTES LEONÍSTICOS

 

          Em uma sociedade organizada e bem estruturada, temos a considerar que determinadas pessoas, em algumas oportunidades, gozam, podemos assim dizer, de certo privilégio em relação a outras, em decorrência de cargos que ocupam, de posições sociais ou mesmo de alguns atributos que lhe são inerentes.

          No relacionamento entre tais pessoas, por ocasião de cerimônias públicas ou privadas, é mister o estabelecimento de uma prioridade entre elas, uma preferência subordinada aos citados cargos e posições que ocupam no ordenamento social, político, religioso e, por que não, leonístico.

          A esse privilégio, a essa preferência ou primazia de uma pessoa sobre as outras, é que se dá o nome de “Precedência”.

          Quando as pessoas acima mencionadas são colocadas por seus cargos e posições, numa determinada sequência segundo uma graduação, estamos diante do que se chama “ordem de precedência”.

 

É a seguinte a Ordem de Precedência Geral definida por Lions Internacional

 

 

NÍVEL INTERNACIONAL

 

01 – Presidente Internacional

02 – Ex-Presidente Internacional Imediato

03 – Vice-Presidente Internacional (1º e 2º)

04 – Diretores Internacional – (a)

05 – Ex-Diretores Internacional – ©

06 – Presidentes do Conselho de Governadores – (a)

07 – Governadores de Distrito – (a)

08 – Administrador Sede Internacional

09 – Secretário da Associação Internacional

10 – Tesoureiro da Associação Internacional

11 – Ex-Presidentes do Conselho de Governadores – (c)

12 – Ex-Governadores Imediato de Distrito – (a)

13 – Vice-Governadores de Distrito – (a)

14 – Ex-Governadores de Distrito – (e)

15 – Coordenador Geral do Distrito – (m)

16 – Secretário de Distrito Múltiplo – (a)

17 – Tesoureiros de Distrito Múltiplo – (a)

18 – Secretários de Distrito – (d)

19 – Tesoureiros de Distrito – (d)

20 – Coordenadores de Região – (g)

21 – Coordenadores de Divisão – (b)

22 – Assessores Distritais – (j)

23 – Assessores Adjuntos Distritais – (j)

24 – Presidentes de Clubes – (j)

25 – Ex-Presidentes de Clubes Imediatos

26 – Secretários de Clubes

27 – Tesoureiros de Clubes

28 – Ex-Presidentes de Clubes

29 – Secretários de Distrito Múltiplo (Funcionário)

30 – Tesoureiro de Distrito Múltiplo (Funcionário)

 

 

(a)– Quando houver mais de um presente, eles serão apresentados em ordem alfabética, tendo por base o sobrenome. Se a primeira letra do sobrenome for a mesma, prossiga para a segunda, e assim por diante. No improvável evento de dois nomes idênticos, a pessoa com maior tempo de filiação á Associação deve ter precedência.

 

(b) - Quando mais de um estiver presente, aquele que desempenhou o cargo mais recentemente terá precedência, e assim por diante.

 

 

(c)– Quando mais de um estiver presente, a precedência será igual a dos Ex-Presidentes Internacional (mesmo caso do item “b” acima).

- Quando mais de um Diretor Internacional que tenha desempenhado a função no mesmo exercício estiver presente, então o critério especificado na letra (a) deverá ser observado.

 

(d)– Quando houver mais de um presente, serão apresentados de acordo com a ordem numérica crescente dos distritos que compõem o Distrito Múltiplo LC.

 

(e)– Quando houver mais de um presente, serão apresentados de acordo com a ordem numérica crescente dos Distritos que compõem o Distrito Múltiplo LC. Quando houver mais de um Ex-Governador do mesmo Distrito ou não presente, aquele que ocupou o cargo mais recentemente terá a precedência.

 

 

(g)- Quando houver mais de um presente, serão apresentados de acordo com a ordem alfabética ou numérica crescente de suas Regiões. O Coordenador de Região da área do Clube que promover o evento terá precedência sobre os demais Coordenadores de Região.

 

(h)-  Quando houver mais de um presente, serão apresentados de acordo com a ordem alfabética ou numérica crescente de suas Divisões. O Coordenador de Divisão da área do Clube que promover o evento terá precedência sobre os demais Coordenadores de Divisão.

 

(j)   – Quando mais de um estiver presente, serão apresentados a partir do Clube fundado mais antigamente e assim por diante. O primeiro Clube na cidade terá precedência sobre os demais.

 

(l) – O Lions Clube do Rio de Janeiro – Máster do Brasil – é o de precedência mais elevada não só no Distrito LC-1, como também, no Brasil. Aplica-se tal preceito ao seu Presidente.

 

(m) – O Coordenador Geral do Distrito será no ano leonistico 2018/2019, o CLMJ Adair Vieira Arnoni, e será nominado no protocolo com o título de Coordenador Geral do distrito LC-6.

 

 

NÍVEL DISTRITAL

 

01 - Governador do Distrito

02 – Diretores Internacionais (atuais ou anteriores)

03 – Presidente do Conselho de Governadores

04 – Governadores de Distrito

05 – Ex-Presidentes do Conselho de Governadores

06 – Ex-Governador Imediato do Distrito

07 – 1º Vice- Governador do Distrito

08 – 2º Vice-Governador do Distrito

09 -  Ex-Governadores do Distrito

10 – Coordenador Geral do Distrito

11 – Secretário do Distrito

12 – Tesoureiro do Distrito

13 – Coordenador de Região

14 – Coordenador de Divisão

15 – Assessores Distritais

16 – Assessores Adjuntos.

 

          Quando o CL e ou a CaL tiver mais de um título, deverá ser identificado pelo título mais alto. Recomenda-se que os CCLL de Melvin Jones sejam identificados em grupos.

          Quando os Oradores forem apresentados, sua condição de Companheiro Melvin Jones deverá ser mencionada.

          No Distrito LC-6, os PCCs Antônio Carlos Bittar e Edgar Antônio Piton, teem precedência sobre os PDGs, já que ocuparam no AL 2014/2015 e 1975/1976, cargos de Presidentes do Conselho de Governadores.

          Quando numa Assembleia Festiva, houver a presença de autoridades civis, militares, eclesiásticas e que forem oficialmente convidadas, elas deverão ser chamadas a Mesa Diretiva, intercaladas uma a direita e outra a esquerda do CL Presidente da Mesa, sendo chamadas após o primeiro Ex-Governador e, intercaladas entre um Dirigente Leonistico e outro. Caso o Orador Oficial não seja Leão, ele deverá sentar-se diretamente ao lado do Presidente da reunião, ou seja, a direita deste.

 

          A seguinte ordem citada anteriormente deve ser estabelecida:

 

01 – Prefeito Municipal

02 – Juiz de Direito da Comarca

03 – Presidente da Câmara Municipal

04 – Promotor Público da Comarca

05 – Vice-Prefeito Municipal

06 – Delegado de polícia

07 – Autoridades Militares

08 – Dirigentes Religiosos

09 – Presidente de Rotary Clube

10 – Venerável de Lojas Maçônicas

11 – Presidente de Clube onde se realiza a reunião

12 – Presidente da Associação Comercial e Industrial

13 – Presidente de Entidades Locais (convidados)

 

 

NIVEL DE CLUBE

 

Presidente do Clube

DG - Governador do Distrito

IPDG - Ex-Governador Imediato

VDGs - Vice-Governadores do Distrito (1º e 2º)

PDGs - Ex-Governadores

Coordenador Geral do Distrito

Secretário da Governadoria

Tesoureiro da Governadoria

Coordenadores de Região (precedência para o da região do Clube)

Coordenadores de Divisão (precedência para o da divisão do Clube)

Assessores Distritais

Presidentes de Clubes

Ex-Presidentes dos Imediatos dos Clubes

Secretários de Clube

Tesoureiros de Clube

Ex-Presidentes de Clube

 

 

VISITA OFICIAL DO CASAL GOVERNADOR

 

          Durante sua gestão é obrigação do(a) Governador(a) do Distrito visitar os Clubes de sua área territorial.  A mesma é de rara importância para o Clube, vez que a recepção ao(à) dignatário(a) maior do Distrito é motivo de regozijo devendo ao(à) mesmo(a) ser proporcionado oportunidade para contato com todos os membros da Diretoria, bem como todos os Associados além das Autoridades Comunitárias. Havendo chance, entrevistas com imprensa são de elevado significado.

          A visita oficial do(a) Governador(a) não deve entrar em conflito com outros programas. Ele(a) deve ser o(a) único(a) ou pelo menos o(a) principal programa da reunião. Trinta minutos devem ser reservados para a apresentação da mensagem do(a) governador(a), embora ele(a), possa usar menos tempo. Se o Clube quer que o(a) Governador(a) entregue prêmios, ofereça detalhes completos e procure fazer com que esta parte do programa seja a mais curta possível.

          Tanto o(a) Companheiro(a) como seus Acompanhantes deverão receber todo o carinho dos membros do Clube, merecendo da Diretoria atenção especial para um programa bem diversificado e atraente, quer seja no tocante à parte administrativa, quer no que concerne à social.

          Os Clubes vizinhos deverão ser convidados para a recepção e é oportuna a data para a inauguração ou entrega de alguma realização pelo Clube à sociedade.

          Em muitos aspectos, a visita do(a) Governador(a) compara-se com a de qualquer outro dignitário Leão.

          O Protocolo Oficial deve ser seguido com cortesia e respeito.

          Eis algumas sugestões adicionais:

          Ao escrever para confirmar a data e horário da visita do(a) Governador(a), é aconselhável enviar cópias dos boletins e outras publicações do Clube.

          Embora provavelmente o(a) Governador(a) chegue de automóvel vindo de um local próximo, ele(a) deve ser encontrado(a) pessoalmente em um local pré-determinado, mesmo que seja na entrada de um restaurante local.

          Embora as despesas do(a) Governador(a) sejam reembolsadas pela Associação de acordo com as regras da auditoria, elas podem não ser pagas na sua totalidade em certos locais caros. Neste caso, é apropriado que o Clube se ofereça para pagar a diferença na diária do hotel, e outras despesas.

          Pode ser útil convidar a mídia para fazer a cobertura do discurso do(a) Governador(a), principalmente se ele(a) estiver vindo de um local distante.  Pode também publicar um artigo sobre algum evento em que o(a) Governador(a) participe como inauguração de Obelisco, visita a Creches, programas de Meio Ambiente, prêmios por Serviços Relevantes que os Leões tenham prestado á comunidade, etc. Se seus planos incluem contatos com a mídia sobre a vida do(a) Governador(a), você deve pedir, com antecedência, ao(a) Governador(a) ou seu Assessor de Relações Públicas, informações biográficas e fotos.

 

 

Registros e observações:

 

1)   – A ordem de precedência deve ser obedecida.

 

2)    - Desde que o(a) Governador(a) esteja presente, não é aconselhável conceder a palavra aos 1º e 2º Vice-Governadores.

 

3)    - É aconselhável um entendimento prévio com o dirigente que vai fazer a saudação em nome dos Dirigentes Leonisticos e Clubes Presentes, para que sua mensagem não ultrapasse um período de 3 a 5 minutos. Se possível, ele deve ser avisado com dias de antecedência de que vai “ser escalado” para o ato, a fim de não ser pego de surpresa.

 

4)   - Em caso de burburinho ou muita conversa na platéia, durante o tempo em que alguém estiver fazendo uso da palavra, o Presidente deve usar o sino e o martelo para conter os abusos, mesmo que seja de forma insistente.

 

5)   - A concessão da palavra a quem vai fazer a saudação é prerrogativa do Presidente. Não é aconselhável abrir a palavra a quem dela queira fazer uso. A única exceção é para o Prefeito Municipal, caso ele esteja presente (para o Prefeito, e não um representante). Caso o Prefeito esteja presente, e deseje fazer uso da palavra, isto ocorrerá logo após a manifestação do CL que fizer a saudação em nome dos dirigentes leonisticos e Clubes presentes.

 

6)   - O sucesso protocolar de uma assembléia depende fundamentalmente da ação do Presidente e do seu Diretor Social, que deve prepará-lo com grande antecedência.

 

7)   – Alguns Clubes tem por hábito dar posse a novos associados durante a visita oficial do casal Governador. Neste caso, esta intervenção dar-se-á logo após a atuação do Mestre de Cerimônia, e sob o comando do Presidente. É aconselhável que a posse seja comandada por um Ex-Governador de Distrito (ou, em último caso, pelo Governador). Neste caso, o Presidente do Clube deve se comunicar e convidar com bastante antecedência o Leão que será incumbido da tarefa, a fim de que o mesmo se prepare e para evitar surpresas de última hora (isto é deselegante).

 

8)   O agradecimento do Mestre de Cerimônia pela indicação e logo após receber o colar, deve ser “curto e grosso”, pois é apenas um agradecimento para exercer as funções. Também o CL que vai fazer a saudação ao casal Governador em nome do Clube (normalmente o Diretor Social), deve evitar alongar-se em detalhes que sejam alheios à homenagem.

 

 

 

MANOEL DA ROCHA FREITAS

Assessor Distrital de Cerimonial e Protocolo Leonístico do Distrito LC 6

 

 

SUGESTÃO DE ROTEIRO BÁSICO

 

 

 

ASSEMBLÉIA FESTIVA DO LIONS DE......................................EM COMEMORAÇÃO Á VISITA OFICIAL DO CASAL GOVERNADOR

 

01 – FORMAÇÃO DA MESA DIRIGENTE – 21:00 HORAS

         (Deve o Diretor Social iniciar a formação da mesa dirigente observando com critério, o horário estabelecido e a ordem de chamada estabelecida pelo Protocolo leonístico. Depois de formada a mesa, e com todos os participantes em seus lugares, o Diretor Social anuncia:

          “Companheiro(a) Presidente, a Mesa está formada.

 

SINO

 

02 – PRESIDENTE:- Agradece e convida o CL....................Diretor Social a ocupar seu lugar.

 

SINO

 

03 -  PRESIDENTE:- “Invocando a Deus, pela grandeza da nossa Pátria, dou por iniciada esta Assembleia Festiva do Lions Clube.............................. em que, como solenidade principal, estamos recebendo a visita oficial do Casal Governador do Distrito LC-6, CaL Maria Aparecida Destito Pellizzon e o CL.....................

 

“Solicitamos que todos permaneçam em pé, cada um com sua crença, guardando um minuto de silêncio, enquanto ouviremos a Invocação a Deus na palavra do CL, (CaL ou DM).......................

(O leitor não deve repetir a frase Invocação a Deus)

 

SINO

 

04 – PRESIDENTE:- Ainda em pé, convidamos os presentes para entoarem a 1ª Estrofe e Estribilho do Hino à Bandeira Nacional.

 

SINO

 

05 – PRESIDENTE:- Convidamos a todos para que ocupem seus lugares.

 

SINO

 

06 – PRESIDENTE:- Nomeio o CL (CaL)...............................................para exercer as funções de Mestre de Cerimônias desta noite, e o (a) convido para que venha a Mesa Dirigente para receber o Colar Leonístico alusivo a essas funções.

          (O Mestre de Cerimônias vai até o Presidente, recebe o colar e dirige-se à tribuna e faz o agradecimento pela indicação)

 

07 – MESTRE DE CERIMÔNIA:- Agradeço a indicação do CL Presidente para funcionar como Mestre de Cerimônias desta Assembleia Festiva. Desejo a todos uma noite repleta de união e companheirismo, para que possamos fortalecer ainda mais os laços da nossa amizade leonística.

          (Por se tratar de uma Assembléia Festiva, ficam dispensados os informes da Secretaria e Tesouraria)

 

SINO

 

08 – MESTRE DE CERIMÔNIAS:- Convidamos o CL (CaL)........................Deiretor(a) Social para os informes de sua pasta e para sua saudação aos Clubes visitantes, dirigentes leonísticos e autoridades presentes.

 

09 – DIRETOR(A) SOCIAL:- Desejo em nome do Lions Clube de .............................agradecer a presença de todos, principalmente às Domadoras, Companheiras e Companheiros visitantes, e em especial ao  Casal Governador que nos visita oficialmente, e dar-lhes as nossas cordiais boas vindas. Sintam-se todos como se estivessem em seus Clubes. Queremos aproveitar a oportunidade para cumprimentar os nossos aniversariante do dia (se houver)

          “Pode também aproveitar para anunciar ou fazer referência a alguma atividade importante que esteja programada pelo Clube, ou mesmo em desenvolvimento, anunciar alguma data importante do mês, se for conveniente, e ler as correspondências recebidas de festivas, felicitações ou justificativas”.

 

(Um Minuto depois)

SINO

 

10 – MESTRE DE CERIMÔNIAS:- Convidamos o CL(CaL ou DM)...........................................para que, em nome do nosso Clube, faça a saudação oficial ao Casal Governador.

 

SINO

 

11 – MESTRE DE CERIMÔNIAS:- Convidamos o Casal Presidente para que, em nome dos CCLL, CCaLL e DDMM do nosso Clube, entregue um Mimo ao Casal Governador.

 

SINO

 

12 – MESTRE DE CERIMÔNIAS:- Agradeço ao CL Presidente por ter me concedido a honra de funcionar como Mestre de Cerimônias desta Assembleia Festiva, e lhe devolvo o colar para continuidade dos trabalhos.

 

SINO

 

13 – Caso alguma autoridade leonística, civil, militar ou religiosa esteja participando da Assembleia, e deseje fazer uso da palavra, fazer contato antes e limitar a participação)

 

SINO

 

14 – PRESIDENTE:- CCLL, CCaLL, DDMM e Visitantes, chegou o momento maior da nossa Festiva dessa noite, é o momento de ouvirmos a mensagem da nossa Governadora, CaLMJ Maria Aparecida Destitto Pellizon, a qual dispensaremos a nossa melhor atenção.

 

(A governadora faz o pronunciamento de sua mensagem)

 

SINO

 

15 – PRESIDENTE:- Desejamos consignar um agradecimento especial aos CCLL, CCaLL e DDMM que colaboraram para a realização da Festiva desta noite.

          Agradecemos igualmente a Visita dos queridos CCLL, CCaLL e DDMM dos Clubes Irmãos que aqui compareceram para enriquecer ainda mais a Visita do Casal Governador.

         Agradecemos, também, aos prezados Dirigentes Leonísticos e às Autoridades Constituidas, que muito nos honraram com suas presenças.

          Queremos, em nome dos CCLL, CCaLL e DDMM do nosso Clube, manifestar ao Casal Governador a honra que sentimos em recebê-los como Visitante Oficial.

          A mensagem e incentivo que nos trouxeram servirão para engrandecer ainda mais as nossas atividades, o nosso movimento e o nosso querido Distrito LC-6.

          Convidamos o CL(CaL)................................ para leitura da Oração pelo Brasil.

          Informamos que o Jantar será servido, damos por encerrada esta Assembléia e convidamos a todos para uma salva de palmas ao Pavilhão Nacional.

 

 

 

CLMJ PDG MANOEL DA ROCHA FREITAS

ASSESSOR DE PROTOCOLO

 

===============

PROTOCOLO LEONISTICO

DISTRITO LC-6 - AL 2016/2017

GOV CLMJ SÉRGIO DAVID DE SOUZA

PROTOCOLO

          A palavra protocolo diz respeito as regras e tradições a serem observadas que devemos manter em nossas atividades, pois objetiva o comportamento social e ético das nossas reuniões.

          Conhecer e aplicar o protocolo, é uma forma de dizer "muito obrigado" a quem nos visita.

          Há os que pensam ser: O expor corretamente as Bandeiras e formar sem erro a Mesa Dirigente, que já está cumprido o protocolo. Ledo engano, essa é somente uma parte do mesmo.

          Há os que atribuem a Diretoria Social a obrigação de desempenhar todas as disposições protocolares. Igualmente não procede a esse pensamento.

          O Diretor Social tem em suas incumbências várias atribuições que se ligam ao assunto em questão, porém um Clube que realmente zela pelo desenvolvimento da reunião revestida de solenidade, conta com todos os seus Leões e Domadoras na atenção para com todos os convidados e visitantes, recebendo-os condignamente.

          É importantíssimo para um Clube bem impressionar, que seus componentes, mostrem-se afáveis desde a porta de recepção e durante toda a permanência do visitante ou convidado para que este de fato sinta-se como uma pessoa de grande importância na reunião.

GÊNERO DAS REUNIÕES

          As reuniões leonísticas são de enorme versatilidade; desenvolvem-se em acanhadas salas, grandes salões e enormes ginásios, havendo para cada uma delas cuidados especiais a serem observados.

          Em nível de Clube, classificamos as reuniões de Lions em duas espécies importantes:

          - Reuniões de Trabalho.

          - Reuniões Festivas.

         

            As reuniões de Trabalho devem ser diferenciadas, pois são elas realizadas nos diversos níveis e com a presença obrigatória dos associados de Lions.

1 – NÍVEL DE CLUBE

          1.1 - Assembleia Geral Ordinária

          1.2 - Assembleia Geral Extraordinária

          1.3 - Diretoria

          1.4 - Comissões

             1.5 - Fórum, Simpósio ou Conferências

          1.6 - Conjunta com outro Clube.

2 – NÍVEL DE DISTRITO

          2.1 – Comitê Assessor

          2.2 – Conselho Distrital

          2.3 – Convenção

          2.4 – Fórum, Simpósio ou Conferência.

                                         

           Nas reuniões de trabalho, o material apropriado para o tipo de reunião não poderá faltar: bloco de papel, canetas, folhetos, impressos, circulares e escritos sobre o assunto e outros julgados necessários.

           O sino e o martelo, água e copos, sistema de som, microfones, tribuna com boa iluminação são detalhes que devem merecer atenção especial, além das bandeiras e estandartes.

            As reuniões festivas contam com a participação dos associados de Lions e também de autoridades civis, militares e eclesiásticas, de convidados e visitantes. Igualmente efetivadas nos vários níveis, requer uma atenção especial na sua condução. Dentre elas destacamos, Assembleia Festiva de:

        

          01 – Fundação de Clube

          02 – Entrega da Carta Constitutiva

          03 – Posse de Diretoria

          04 – Admissão de Novo Associado

          05 – Aniversário do Clube

          06 – Visita Oficial do Governador

          07 – Instalação de Convenção

          08 – Confraternização e Encerramento

          09 – Visita de Autoridades e ou Dirigentes Internacionais

          10 – Outras reuniões especiais

          Nas Assembleias Festivas, é bom lembrar aos responsáveis pela preparação do ambiente, a disposição dos assentos que comporão a Mesa Dirigente e a Mesa de Extensão, não esquecer algum enfeite, ter a disposição placas, diplomas, certificados para entrega, brindes para sorteios e o que mais possa ser usado no correr do programa.

          Na prática cerimonial devemos “saudar o Pavilhão Nacional”, daí a obrigatoriedade deste. A Associação Internacional possui sua bandeira. Entendemos serem estas de uso obrigatório em nossos recintos.

           Assim, para nortear nossas assembleias, observados os usos e costumes, a prática nos ensina que devem estar presentes:

        

          Em reunião de Clube, as bandeiras Nacional, do Estado, do Município, do Lions e o Estandarte do Clube.

         

         Num evento Distrital, as bandeiras Nacional, dos Estados (São Paulo e Minas Gerais), do Lions e Estandartes de Clubes. (Existem muitos casos de ser o Município onde está sendo efetivada a reunião, homenageado com a presença de sua bandeira).

         

         Embora imprevisível o número de participantes, devemos ter em conta a sua acomodação, daí ser preciso uma escolha criteriosa do recinto onde deva se desdobrar o evento, diante da sua repercussão e importância, para que as cadeiras sejam suficientes e haja mesa para todos.

COLOCAÇÃO DAS BANDEIRAS NO SUPORTE

01 – A Bandeira do Brasil é sempre a principal e central.

02 – Se o número de bandeiras for ímpar, a do Brasil estará sempre                     

         no centro.

03 – Se o número de bandeiras for par, a do Brasil estará mais á

         esquerda de quem observar o dispositivo de frente, mais

         próximo possível do centro.

04 -  Bandeiras de outros países terão precedência sobre as dos

         Estados; bandeiras estaduais terão precedências sobre as

         dos municípios; bandeiras municipais terão precedências sobre a   

         do Lions; bandeira da ONU, onde houver, virá sempre depois

         das  bandeiras de outros países e antes das estaduais.

05 – Bandeiras estrangeiras diversas serão colocadas aos lugares de

         honra por ordem alfabética dos países (sempre na tradução

         portuguesa). Exemplos: Bandeira da Holanda tem precedência

         sobre a da Itália; a do Chile sobre a dos Estados Unidos. Uma

         única exceção: se o Clube estiver homenageando um país ou

         colônia estrangeira, a bandeira deste país será colocada no

         lugar de honra imediatamente após a Bandeira do Brasil; as

         demais bandeiras estrangeiras porventura existentes nas mesma

         solenidade serão colocadas a seguir, por ordem alfabética.

06 – Colocação e lugares de honra têm uma regrinha básica muito

         fácil de ser seguida, e que desenvolvemos desde o início da

         nossa vida leonística; quando a quantidade de bandeiras for

         impar, o lugar de honra começa “a esquerda da Bandeira do

         Brasil, olhando-se o dispositivo de frente; quando a quantidade

         de bandeiras for par, o lugar de honra começa a direita da

         Bandeira do Brasil, olhando o suporte de frente”

AS BANDEIRAS

As formações mais usadas são as seguintes:

Duas Bandeiras

Brasil          Lions

Três Bandeiras

Estado       Brasil       Lions

Quatro Bandeiras

Município       Brasil       Estado       Lions

Cinco Bandeiras

Município       Chile       Brasil       Estado       Lions

Seis Bandeiras

Município       Peru       Brasil       Chile       Estado       Lions

COMPOSIÇÃO DA MESA DIRIGENTE

      Dependendo do gênero da reunião não há necessidade de um rígido protocolo para a composição da mesa.

         

          Classificamos as nossas reuniões em “de trabalho” e “festivas”.

   

          Naquelas, embora não com freqüência, pode haver além da presença obrigatória dos Leões, a de um convidado ou orador convocado para discorrer sobre determinado assunto. A estes devem-se, uma atenção especial e seu posicionamento na mesa dirigente será sempre a direita do Presidente.

         

          As Reuniões de Diretoria de Clube, as Assembleias Ordinárias ou Extraordinárias serão dirigidas pelo Presidente do Clube e na sua falta pelos Vice-Presidentes, na ordem decrescente.

         

          Deverão participar da mesa o Secretário, a direita do Presidente e o Tesoureiro a sua esquerda, e eventualmente, alguma autoridade leonística presente ocupará o lugar a direita do Presidente.

         

          As reuniões de Comissões terão a direção do seu Presidente.

         

          Nível de Distrito, as reuniões do Comitê Assessor ficam sob a direção do Coordenador de Divisão, e aquelas realizadas pelo Conselho dos Ex-Governadores, pelo Ex-Governador Imediato, que tradicionalmente é o seu Presidente.

         

          As reuniões do Conselho Distrital e da Convenção, serão presididas pelo Governador do Distrito e dos Fóruns, (convocados pelo Gabinete do Governador) pelos Coordenadores de Região.

         

ORDEM DE PRECEDÊNCIA

Reunião de Lions Clube

Presidente do Clube

CC - Presidente do Conselho de Governadores do Distrito Múltiplo

DG - Governador do Distrito

IPDG - Ex-Governador Imediato

VDGs - Vice-Governadores do Distrito (1º e 2º)

Coordenador Geral do Distrito

PDGs - Ex-Governadores

Secretário da Governadoria

Tesoureiro da Governadoria

Coordenadores de Região (precedência para o da região do Clube)

Coordenadores de Divisão (precedência para o da divisão do Clube)

Assessores Distritais

Presidentes de Clubes

Ex-Presidentes de Clubes Imediato

Secretários de Clube

Tesoureiros de Clube

Ex-Presidentes de Clube

 

Autoridades civis, militares e eclesiásticas convidadas

Prefeito Municipal

Juiz de Direito da Comarca

Presidente da Câmara Municipal

Promotor Público da Comarca

Vice-Prefeito Municipal

Delegado de Polícia

Autoridades Militares (por ordem: Marinha, Exército, Aeronáutica e Policia Militar)

Vereadores

Dirigentes Religiosos

Presidente de Rotary Clube

Venerável de Loja Maçônica

Presidente do Clube onde se realiza a reunião (se for o caso)

Presidente da Associação Comercial e Industrial

REGISTRO IMPORTANTE:- Muitos Clubes tem por tradição convidar autoridades civis, militares e eclesiásticas para participarem de suas assembleias. É uma honra e devemos nos sentir recompensados por isso. Só que protocolo é protocolo, e o leonistico deve ser rigorosamente observado quando do chamamento para composição da mesa dirigente. A prioridade de uma reunião leonistica é para os dirigentes leonisticos e isso não é demérito para ninguém. Aliás, autoridades sabem avaliar esse posicionamento, pois, em suas áreas, eles também têm o seu protocolo. No caso da precedência acima, as autoridades deverão começar a ser nomeadas após o chamamento do Ex-Governador Imediato, intercalando-se um dirigente leonistico e uma autoridade. Outro aspecto importante: representante não deve ocupar o lugar do representado. Por exemplo: se um Vereador estiver representando o Prefeito, ele deve ser chamado para a mesa na qualidade de Vereador e não na vaga que competir ao Prefeito. Agindo assim, o Clube não estará fazendo nada mais do que respeitar o protocolo leonistico, que vem sendo denegrido de forma inconcebível.

                                   Reunião Distrital

DG - Governador do Distrito

IP – IPIP – IVP – PIP – ID – PID - Diretores Internacionais (atuais ou anteriores)

CC - Presidente do Conselho de Governadores do DMLC

PCC - Ex-Presidente do Conselho de Governadores (Ex-CNG)

IPDG - Ex-Governador Imediato do Distrito

VDGs - Vice-Governadores do Distrito (1º e 2º )

Coordenador Geral do Distrito

Ex-Governadores

Secretário do Distrito

Tesoureiro do Distrito

Coordenador de Região

Coordenador de Divisão

Assessores Distritais

Resolução 001 – AL 2003/2004

          INSTITUI O CARGO DE COORDENADOR GERAL DO DISTRITO LC-6

          O Coordenador Geral do Distrito é considerado Membro do Gabinete do Governador, e na hierarquia leonistica para efeito de Protocolo em todas as reuniões e solenidades oficiais será anunciado de acordo com a precedência de nível Distrital.

          Quando o CL e ou a CªL tiver mais de um título, ele deverá ser identificado pelo título mais alto. Recomenda-se que os CCLL de Melvin Jones sejam identificados em grupos.

          Quando os oradores forem apresentados, sua condição de Companheiro Melvin Jones deverá ser mencionada.

                    

CUMPRIMENTO DO HORÁRIO

          Infelizmente ainda existem alguns, mas a maioria dos Clubes de Lions dificilmente cumpre o horário estabelecido para as programações, tornaram-se usos e costumes marcarem um evento para 20h.00 ou 20h.30, para que ela comece ás 21h.00 ou muitas ás 22h.00.

          Nada mais deselegante ou desagradável principalmente para com aqueles que, recebendo um convite, comparecem no horário estabelecido.

          Correto é o horário marcado pelo desejo da maioria. E esta maioria deve fazer prevalecer o que foi combinado. Não se deve igualmente exigir aquilo que não gostamos: reuniões longas, cansativas e chatas.

          Precisamos respeitar o horário e o tempo gasto em qualquer assembleia festiva que deve ser de no máximo, duas horas. Além do mais, devemos respeitar os CCLL, CCªLL e DDMM visitantes que comparecem ás festivas do Clube.

          Muito importante que as atividades leonisticas sejam iniciadas dentro do prazo estabelecido. Depois do encerramento protocolar, e com a liberação oficial, que permaneça no local até mais tarde.

         

AS CHAMADAS REUNIÕES FESTIVAS OU ESPECIAIS

1 – Fundação

          Por se tratar de uma reunião “sui-generis”, a de fundação de um Lions Clube, a sua presidência deverá ser ocupada pelo Governador do Distrito.

          O programa dessa reunião é igualmente revestido de peculiaridades, deverá ser rigorosamente observado o Protocolo Leonistico pelo Clube Padrinho – que é o responsável pelo evento – e constará da palavra do Assessor de Extensão, da cerimônia de posse dos Associados Fundadores e da primeira Diretoria eleita, da falta do Padrinho Físico e de Dirigente Leonistico, bem como, deverá ser feita uma saudação especial ás Autoridades, Convidados e Visitantes.

          É usual, após a Cerimônia da Posse da Diretoria, que a presidência dos trabalhos seja dada ao novo Presidente o qual – ou outro componente do grupo de Associados – falará em nome do Clube recém fundado, procedendo-se o encerramento.

2 – Entrega da Carta Constitutiva

          É outro tipo de reunião costumeiramente revestida de formalidade especiais, vez que ocorre uma única vez na vida do Clube.

          É dirigida pelo Presidente do Clube, sendo solene o ato da entrega da Carta Constitutiva, normalmente procedida pelo Governador do Distrito ou outro Dirigente designado pelo Gabinete.

          Embora não seja norma obrigatória, mas alguns Clubes destacam a data do recebimento da sua Carta Constitutiva, como a de fundação do Clube, vez que oficializada perante a Associação Internacional, outros, todavia, mantém aquela onde ocorreu a “fundação propriamente dita”.

3 – Posse de Diretoria

          Evento de suma importância para a vida de um Lions Clube. É a ocasião dada a um grupo de Associados, sob a liderança do Presidente, de dirigir os destinos do mesmo durante um ano leonistico.

          A Associação Internacional formalizou um modelo para essa solenidade, entretanto, a grande maioria dos Clubes do Brasil torna a sessão bastante simples e, diga-se de passagem, mais aconchegante e menos enfadonha.

          O modelo preconiza a formalização de um “assim o prometo” após a leitura dos compromissos devido a cada uma das funções da Diretoria, alongando seu tempo de duração.

          Assim, o que ocorre entre nós é a fala do Presidente que encerra seu mandato, apresentando um relatório de seu trabalho para em seguida convocar o novo Presidente a receber seu distintivo presidencial, o sino e o martelo, cabendo a este anunciar os demais componentes da Diretoria e os declarar empossados.

          A partir daí, segue o programa sob a nova direção.

4 – Admissão do Novo Associado

          Considera-se a solenidade de maior importância para um associado de Lions.

          É o momento significativo e de relevância especial para o cidadão que está prestes a ingressar no Leonismo. Daí ser fundamental um clima de respeito, austeridade e atenção durante o ato.

           É obrigatório as leituras dos Propósitos do Lions, do Código de Ética do Leão e que os presentes se postem em pé, no momento em que é lido o Compromisso de Posse pelo novo Leão.

          O Código de Ética deve ser lido pelo maior Dirigente Leonistico presente.

5 – Aniversário do Clube

         

          Outro tipo de reunião com importante significado para o Clube.

          Deve se revestir de formalidades especiais, com boa divulgação na comunidade e em âmbito de Distrito, principalmente aquelas em que número é mais atrativo, como 10, 15, 20, 25, 30, 50 ou mais anos de existência do Clube.

          A presença de Dirigentes Distritais e mesmo Nacional ou Internacional é muito interessante, bem como das civis, políticas e militares da comunidade.

          Ocasião propicia para intensificar elo Clube-Cidade, ressaltando-se os serviços prestados e realçando o motivo da comemoração.

          Uma bem preparada programação marcará o êxito desse tipo de reunião.

6 – Visita Oficial do Governador

          Durante sua gestão é obrigação do Governador do Distrito visitar os Clubes de sua área territorial.  A mesma é de rara importância para o Clube, vez que a recepção ao dignatário maior do Distrito é motivo de regozijo devendo ao mesmo ser proporcionada oportunidade para contato com todos os membros da Diretoria, bem como todos os Associados além das Autoridades Comunitárias. Havendo chance, entrevistas com imprensa são de elevado significado.

          A visita oficial do Governador não deve entrar em conflito com outros programas. Ele deve ser o único ou pelo menos o programa principal da reunião. Trinta minutos devem ser reservados para a apresentação, embora o Governador possa usar menos tempo. Se você quer que o Governador entregue prêmios, ofereça detalhes completos e procure que esta parte do programa seja a mais curta possível.

          Tanto o Companheiro como sua Domadora deverão receber todo o carinho dos membros do Clube, merecendo da Diretoria atenção especial para um programa bem diversificado e atraente, quer seja no tocante a parte administrativa, quer na social.

          Os Clubes vizinhos deverão ser convidados para a recepção e é oportuna a data para a inauguração ou entrega de alguma realização pelo Clube á sociedade.

          Em muitos aspectos, a visita do Governador compara-se com a de qualquer outro dignitário Leão.

          O Protocolo Oficial deve ser seguido com cortesia e respeito.

          Eis algumas sugestões adicionais:

          Ao escrever para confirmar a data e horário da visita do Governador, é aconselhável enviar cópias dos boletins e outras publicações do Clube.

          Embora provavelmente o Governador chegue de automóvel vindo de um local próximo, ele deve ser encontrado pessoalmente em um local pré-determinado, mesmo que seja na entrada de um restaurante local.

          Embora as despesas do Governador sejam reembolsadas pela Associação de acordo com as regras da auditoria, elas podem não ser pagas na sua totalidade em certos locais caros. Neste caso, é apropriado que o Clube se ofereça para pagar a diferença na diária do hotel, e outras despesas.

          Pode ser útil convidar a mídia para fazer a cobertura do discurso do Governador, principalmente se ele estiver vindo de um local distante.  Pode também publicar um artigo sobre algum evento em que o Governador participe como inauguração de Obelisco, visita a Creches, programas de Meio Ambiente, prêmios por Serviços Relevantes que os Leões tenham prestado á comunidade, etc. Se seus planos incluem contatos com a mídia sobre a vida do Governador, você deve pedir, com antecedência, ao Governador ou seu Assessor de Relações Públicas, informações biográficas e fotos.

Registros e observações:

  1. – A ordem de precedência deve ser obedecida.
  1.  -Como o Governador está presente, não é aconselhável a conceder a palavra aos 1º e 2º Vice-Governadores.
  1.  - É aconselhável um entendimento prévio com o dirigente que vai fazer a saudação em nome dos Dirigentes Leonisticos e Clubes Presentes, para que sua mensagem não ultrapasse um período de 3 a 5 minutos. Se possível, ele deve ser avisado com dias de antecedência de que vai “ser escalado” para o ato, a fim de não ser pego de surpresa.
  1. - Em caso de burburinho ou muita conversa na plateia, durante o tempo em que alguém estiver fazendo uso da palavra, o Presidente deve usar o sino e o martelo para conter os abusos, mesmo que seja de forma insistente.
  1. - A concessão da palavra a quem vai fazer a saudação é prerrogativa do Presidente. Não é aconselhável abrir a palavra a quem dela queira fazer uso. A única exceção é para o Prefeito Municipal, caso ele esteja presente (para o Prefeito, e não um representante). Caso o Prefeito esteja presente, e desejar fazer uso da palavra, isto ocorrerá logo após a manifestação do CL que fizer a saudação em nome dos dirigentes leonisticos e Clubes presentes.
  1. - O sucesso protocolar de uma assembleia depende fundamentalmente da ação do Presidente e do seu Diretor Social, que deve prepará-lo com grande antecedência.
  1. – Alguns Clubes tem por hábito dar posse a novos associados durante a visita oficial do casal Governador. Neste caso, esta intervenção dar-se-á logo após a atuação do Mestre de Cerimônia, e sob o comando do Presidente. É aconselhável que a posse seja comandada por um Ex-Governador de Distrito (ou, em último caso, pelo Governador). Neste caso, o Presidente do Clube deve se comunicar e convidar com bastante antecedência o Leão que será incumbido da tarefa, a fim de que o mesmo se prepare e para evitar surpresas de última hora (isto é deselegante).
  1. O agradecimento do Mestre de Cerimônia pela indicação e logo após receber o colar, deve ser “curto e grosso”, pois é apenas um agradecimento para exercer as funções. Também o CL que vai fazer a saudação ao casal Governador em nome do Clube (normalmente o Diretor Social), deve evitar alongar-se em detalhes que sejam alheios á homenagem.
 

CLMJ PDG MANOEL DA ROCHA FREITAS

Assessor Distrital de Cerimonial e Protocolo Leonístico

Distrito LC-6 – AL 2016/2017

Comentários  

0 #116 Carolyn 14-12-2018 08:06
Make content look relevant and informative to the entire group.
You should make sure that and still have express their thought
as well compositions do understand. Well the solution is writing
blog posts and articles.

Feel free to visit my homepage ... 3win8
apk: https://918kiss.bid/downloads/221-download-3win8-apk-to-phone-for-android-and-ios
Citar
0 #115 Kirk 13-12-2018 21:33
Your website get profitable extended as you
spend to analyze your number of people. Following are a few
very important tips on SEO that is useful for you anytime.
A good content-based website is claimed to be 95% typography.


Here is my weblog ... joker123 casino: http://918.credit/downloads/81-joker123
Citar
0 #114 Wilburn 13-12-2018 07:59
I'm truly enjoying the design and layout of your website.
It's a very easy on the eyes which makes it much more enjoyable for me to
come here and visit more often. Did you hire out a designer to create your theme?
Exceptional work!

Have a look at my page ... ace333 slot: https://kasino.vin/downloads/75-download-ace333
Citar
0 #113 Lloyd 11-12-2018 21:43
Wonderful post! We are linking to this great content on our site.
Keep up the great writing.

My website; lpe88 download: https://918.network/downloads/84-lpe88
Citar
0 #112 Lloyd 11-12-2018 21:42
Wonderful post! We are linking to this great content on our site.
Keep up the great writing.

My website; lpe88 download: https://918.network/downloads/84-lpe88
Citar
0 #111 Edythe 11-12-2018 18:26
The second part you've to to complete in order to make quick money online is the
landing page setup. Kim lives in Southern Indiana with her husband Gary, a minister.
Innumerable web pages are being produced and being hosted
everyday.

Also visit my webpage: live blackjack pokerstars: http://dreistes-gaming.de/index.php?mod=users&action=view&id=287997
Citar
0 #110 Newton 11-12-2018 10:15
Hi, just wanted to tell you, I liked this post.
It was helpful. Keep on posting!

Feel free to surf to my homepage - jolly joker casino: http://velegal.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=qybibuhydawu.mihanblog.com%2Fpost%2Fcomment%2Fnew%2F29%2Ffromtype%2Fpostone%2Ffid%2F15381592535bae7295e1b59%2Fatrty%2F1538159253%2Favrvy%2F0%2Fkey%2Fe70fba518ad6b2131348ad3f4f0c7e7a%2F
Citar
0 #109 Dewitt 11-12-2018 08:26
When one site features another sites link, can provide one
another with the traffic each site brings about. Don't just write a five paragraph article just rambling.
Each and every want just anyone reading our pr release.


my site; lucky palace casino: http://www.ezyget.com/index.html
Citar
0 #108 Sabrina 11-12-2018 07:56
With havin so much content and articles do you ever run into any problems of plagorism or copyright violation? My site has a lot of
completely unique content I've either created myself or outsourced
but it appears a lot of it is popping it up all over the web without my permission. Do
you know any methods to help protect against content from being ripped off?
I'd really appreciate it.

my web page: ocean king 2 manual pdf: http://Shortlink.club/play8oyios970377
Citar
0 #107 Guadalupe 11-12-2018 07:14
Sounds which includes the easiest strategies by the world to making use of.
Many people keep wondering whether produces work in your on internet
to make some extra financial. Of course, you need visitors to your web page.


my web-site: live 225: http://www.at-eat.com/phpinfo.php?a%5B%5D=%3Ca+href%3Dhttp%3A%2F%2Fsotofone.ru%2Fbitrix%2Frk.php%3Fgoto%3Dhttps%3A%2F%2F918kiss.bid%252Fgames%252Flive-22%3Ewwe+raw+live+22%3C%2Fa%3E
Citar

Adicionar comentário

Cuidado com os termos para não ser banido.


Código de segurança
Atualizar

3ª RCG TANABI 

3ª RCG TANABI 16/17 FEVEREIRO
6
6
3
3
2
2
3
3
2
2
4
4
4
4
1
1

Usuários Online 

Temos 29 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

1785644
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
866
2125
10678
1688895
29322
77154
1785644

Seu IP: 35.175.182.106
14-12-2018 14:35

Curtir No FaceBook 

Scroll to top