image001

       Ribeirão Preto, 09 de setembro de 2021

                                                                          Mensagem n.º 16-2021/2022

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

QUESTIONAMENTOS SOBRE ASSOCIADOS DO LIONS

           

Pretendo, com esta mensagem, dar alguns “pitacos” a respeito dos associados do nosso movimento leonístico. São pequenas perguntas e respostas que julgo básicas, mas, como sempre, posso estar equivocado e sujeito a questionamentos. Vamos lá:       

Como deve ser considerado ou reconhecido o fundador de um Clube?

Resposta: Não existe a categoria de Associado Fundador. Adota-se a designação de “Fundador” para aquele que assinou a ata de fundação do Clube. É uma designação usada no leonismo ou fora dele. O Leão Fundador pode continuar usando esta designação mesmo tendo saído do Clube.

Um associado que participou da fundação do Clube e não assinou a Carta Constitutiva pode fazê-lo posteriormente?

Resposta: A Carta Constitutiva pode ser assinada até noventa dias após sua emissão.

Qual a diferença entre Associado Monarca Fundador e Associado Monarca?

Resposta: O título de Associado Monarca Fundador é conferido àquele que assinou a ata de fundação do Clube. O Associado Monarca é aquele que completou dez anos de afiliação. Ambos recebem uma pequena barra (Chevron) para ser apensada ao distintivo que o Leão usar. Há uma diferença entre as barras: a do Associado Monarca Fundador é enrolada (como um pergaminho) na sua extremidade inferior; a do Associado Monarca é lisa. A partir do décimo ano, o Monarca recebe a cada dez ano uma nova barra com novo apêndice e é reconhecido como Monarca de 10, 20, 30 anos e daí por diante.

Um Associado Honorário, pertencendo somente à comunidade, pode usar o emblema do Lions?

Resposta: Sim! O Associado Honorário é uma das categorias de Lions Internacional e, como tal, pode e deve usar o emblema, “mesmo pertencendo somente à comunidade”.

Um Associado Honorário pode apadrinhar um novo associado?

Resposta: De acordo com os Estatutos, o Associado Honorário não tem os direitos do Associado Ativo, e, como tal, não está qualificado para apadrinhar novos associados.

O que é um Associado Benemérito?

Resposta: Nas categorias de associados não existe a de Benemérito. Essa designação representa uma honraria que o Clube deseja outorgar a alguma pessoa, Leão ou não.

Um associado reinscrito ou transferido necessita de Padrinho?

Resposta: Não! Entretanto, ele deve ser apresentado ao Clube por outro associado.

O associado reinscrito tem direito a contar o período anterior em que foi associado e usar os títulos obtidos?

Resposta: Sim! Deverá requerer seus direitos mediante formulário próprio.

Um associado reinscrito recebe o mesmo número de inscrição que possuía anteriormente?

Resposta: Sim! O número de inscrição é resguardado, porém deve-se procurar no site de MYLCI os sócios baixados do Clube e fazer a reinscrição do mesmo. Se não for procedido dessa forma sera gerada uma nova inscrição com nova contagem de tempo.

O associado de um Clube pode transferir-se para outro Clube como Fundador desse Clube, no momento da sua fundação?

Resposta: Não! Não há transferência do associado de um Clube ativo para um Clube que ainda não existe. O associado deve demitir-se do seu Clube para poder ingressar como Fundador do outro Clube e deverá pagar as joias e taxas devidas.

Quando surgiu a designação “Companheiro Leão”?

Resposta: Desde maio de 1954, por decisão tomada durante a 1.ª Convenção Nacional de Lions Clubes do Brasil, realizada em Salvador, Bahia.

                                                                                            PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                                             Assessor Distrital de Instrução Leonística

image002

 

 

image001

                                                                               Ribeirão Preto, 06 de setembro de 2021

                                                                               Mensagem n.º 15-2021/2022

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

O QUE SE LÊ PRIMEIRO? OS PROPÓSITOS OU O CÓDIGO DE ÉTICA?

Rememoro o assunto, mais uma vez, por considera-lo de fundamental importância para os envolvimentos leonísticos.     

É protocolar, nas assembléias festivas de posse de novos Companheiros e Companheiras Leão, a leitura do “Código de Ética do Leão” e dos “Propósitos dos Lions Clubes”.   Até aí, tudo bem!   Não concordo, apenas, é com o desconhecimento e verdadeiro abandono do protocolo leonístico naquelas ocasiões.   Em determinadas solenidades há, primeiro, a leitura do Código de Ética. Em outras, a primeira leitura é canalizada para os Propósitos dos Lions Clubes.   Isso não é admissível!

A culpa maior dessa falha, desculpem a franqueza, é de alguns Diretores Sociais e Presidentes dos Clubes anfitriões (pouquíssimos, na verdade!), que não procuram se ater aos conhecimentos protocolares, ou, até mesmo, dos próprios dirigentes leonísticos presentes às referidas solenidades, que não alertam os responsáveis por essa irregularidade protocolar comprometedora. E confesso que, muitas vezes, também me omiti quanto a isso. Mas, independentemente do fato, como ficamos? Qual é a ordem de precedência? O que se lê primeiro?

O “Código de Ética do Leão” foi aprovado durante a 2.ª Convenção Internacional de Saint Louis, Missouri, Estados Unidos, em agosto de 1918, e jamais alterado até hoje. É uma norma de vida sugerida à família leonística. É um dos mais bonitos entre os existentes em todas as associações mundiais. Suas características específicas merecem e devem ser lidas e meditadas durante toda vida de um associado do Lions Clube.

Os “Propósitos dos Lions Clubes”, antes denominados “Objetivos”, foram adotados em julho de 1919, durante a 3.ª Convenção Internacional realizada em Chicago, Illinois, Estados Unidos. Sua última alteração, inclusive com a substituição do título, ocorreu em setembro de 2007, e foi aprovada durante reunião da Diretoria realizada em Nova Delhi, na India, quando recebeu, também, a inclusão de dois novos itens.   São determinações constantes dos Estatutos Internacionais, obrigatórias para cumprimento em todos os Lions Clubes filiados à Associação, visando criar e fomentar um espírito de compreensão entre todos os povos para atender as necessidades humanitárias, oferecendo um serviço voluntário através do envolvimento na comunidade e da cooperação internacional.

Diante disso, dúvidas não devem existir. Não se discute, aqui, o imponderável de quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha.   A questão é cristalina! O Código nasceu primeiro e a ordem deve ser mantida, não apenas por isso, mas porque a ética e fundamental em nosso meio. Então, durante qualquer solenidade leonística em que haja leitura dos dois importantes diplomas básicos do movimento, leia-se primeiro o “Código de Ética do Leão”, depois os “Propósitos dos Lions Clubes”.   Mesmo porque, em qualquer associação responsável como a nossa, e que tem apreço pelos seus princípios, não pode haver propósitos sem que sua ética esteja rigorosamente definida.

É isso! Tudo muito claro!

                                                                   PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                     Assessor Distrital de Instrução Leonística

.............................................................................................................................

Aproveitamento de espaço...

Precisamos, urgentemente, reforçar nosso quadro de colaboradores com a admissão de novos associados. É tarefa de todos. Como começar? Vamos lá!

PEGUE LÁPIS E PAPEL. Prepare uma lista das pessoas da comunidade que, na sua opinião, seriam fortes candidatos para afiliação no leonismo. Pense nos seus companheiros de trabalho, vizinhos, pessoas que você conhece de outras atividades. Pense também nas pessoas com quem você tenha relações de negócios. Não esqueça aqueles com quem você se socializa. Lembre-se das pessoas que você encontra de vez em quando. Não deixe de lado nem mesmo aqueles que você ainda não conhece. Consulte os jornais locais. Provavelmente você vai ler sobre líderes de empresas, da política e da comunidade que se orgulhariam da afiliação no Lions e que poderiam contribuir de forma significativa para o seu Lions Clube.

ESTEJA BEM PREPARADO. Antes de abordar os candidatos, certifique-se que você está pronto para fazer uma apresentação boa e convincente sobre os benefícios da afiliação. Não é necessário algo elaborado, mas você precisa estar munido de informações que o ajudarão a “vender” a ideia do leonismo. Eis alguns pontos para compartilhar: enfatize que como associado o convidado pode: 1) fazer uma diferença na comunidade ao servir os menos favorecidos pela sorte; 2) conhecer e trabalhar com líderes influentes; 3) aprender habilidades de liderança valiosas para a vida profissional; 4) praticar e aperfeiçoar as habilidades de oratória, não apenas no Clube, mas também ao representar o Clube junto à comunidade; 5) ampliar as oportunidades de liderança através de atividades a nível local, distrital, nacional e até mesmo internacional; 6) encontrar-se e trabalhar com Leões de diversas cidades em eventos como convenções, fóruns, e até mesmo durante as viagens de turismo; 7) compartilhar o prestígio de pertencer à maior organização de Clubes de serviço do mundo; 8) ajudar a enfrentar o de eliminar os problemas mundiais pelos programas da Associação; 9) desfrutar da amizade e companheirismo com pessoas que compartilham seus valores e espírito de compromisso com a comunidade.

                                                                                                                                                PDG MJF Andriani

image002

 

 

image001

Ribeirão Preto, 02 de setembro de 2021

                                                                                   Mensagem n.º 14-2021/2022

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

MÊS DA REVISTA LION

Setembro registra no calendário leonístico a comemoração do “Mês da Revista Lion”. É a publicação oficial da nossa Associação Internacional de Lions Clubes, levando conhecimento a respeito das atividades realizadas pelos Clubes e pelos Distritos, trazendo a palavra de dirigentes e transmitindo mensagens do nosso movimento.

Aqui no Brasil a revista é editada em suas edições:

A “Revista Lion”, que tem como Editor e jornalista responsável o PID PMJF Zander Campos da Silva, foi fundada em 1963, e tem abrangência sobre os Distritos Múltiplos LA, LB e LD. O endereço do Editor é: Rua 17-A n.º 375, Setor Aeroporto, CEP 74070-100 – Goiânia – GO – E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

A “Revista Lion Brasil Sudeste”, que tem como Editora e jornalista responsável a CaL Cláudia Rodrigues, foi fundada em 1999, e tem como abrangência o nosso Distrito Múltiplo LC. O endereço da Editora é: Avenida Bernardino de Campos, 571 – Apto. 214 = CEP 11065-003 – Santos – SP – E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A revista LION é editada por autorização da Diretoria Internacional, em 18 idiomas: alemão, chinês, coreano, dinamarquês, espanhol, finlandês, francês, grego, hindi, holandês, inglês, italiano, japonês, norueguês, português, sueco, tailandês e turco. As nossas duas edições nacionais estão classificadas entre as melhores do mundo.

Considerando essa feliz comemoração, estamos sugerindo aos nossos prezados Companheiros Leão e dulcíssimas Companheiras Leão Presidentes de Clubes do Distrito LC-6 que coloquem para apreciação e aprovação em suas próximas assembleias ordinárias um voto de louvor pela significativa efeméride, e que, se aprovado, se dê ciência da deliberação aos dois editores nacionais da revista.

Independentemente da sugestão que apresentamos no item anterior, seria elegante se os Presidentes e as Presidentes de Clubes enviassem uma mensagem pessoal aos dois editores, cumprimentando-os pela data e pelo muito que vêm fazendo pelo aprimoramente sempre constante das referidas publicações. Permitimo-nos sugerir que nessa mensagem pessoal sejam destacadas: a) os cumprimentos pela comemoração de mais um “Mês da Revista Lion”; b) que o dinamismo de cada edição coloca a revista entre as melhores que são editadas em todo mundo, o que representa a atuação do Editor(a) durante todos esses anos de absoluto empenho e dedicação; c) que o Clube, em nome de todos os seus associados, apresenta seus cumprimentos por tudo aquilo que tem sido feito pelo aprimoramento e engrandecimento daquele notável órgão informativo oficial, com votos extensivos à comissão editorial e auxiliares.

                                                                                        PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                                         Assessor Distrital de Instrução Leonística

.................................................................................................................................................

Aproveitamento de espaço ...

            Aproveitando este final de página, vamos abordar um assunto que é do interesse de todos os associados:

AFINAL, O QUE É GMT E GLT?

            GMT – GLOBAL MEMBERSHIP TEAM, ou EQUIPE GLOBAL DE ASSOCIADOS:

            A Global Membership Team, ou Equioe Global de Associados, é a responsável pela extensão, aumento do quatro de associados e fidelização e manutenção de associados.

            GLT - GLOBAL LEADERSHIP TEAM, ou EQUIPE GLOBAL DE LIDERANÇA:

            A Global Leadership Team, ou Equipe Global de Liderança, tem a responsabilidade de identificar e desenvolver a liderança.

            A soma do trabalho dessas duas equipes resulta no desenvolvimento de associados e da Associação, atendendo suas três metas principais:

  • Aumentar progressivamente o número de associados
  • Aumentar o nível de sucesso dos Clubes
  • Identificar e cultivar a liderança de qualidade

           O aumento do número de associados e as qualidades de liderança são vitais para continuarmos oferecendo os serviços necessários às comunidades como Leões para cumprirmos a essência da nossa missão: “Nós Servimos”.

            Mesmo que GMT e GLT sejam duas equipes distintas, paralelas mas independentes, o impacto positivo de cada uma será maximizado por meio de um processo colaborativo.

            E ESSE TRABALHO COMEÇA NO SEU CLUBE!

image002

 

 

image001

Ribeirão Preto, 30 de agosto de 2021

                                                                                   Mensagem n.º 13-2021/2022

Destinatários: 

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto: 

SETEMBRO, MÊS DA DOMADORA E DA MULHER NO LEONISMO

Setembro, mês histórico para todo povo brasileiro, foi reservado pelo calendário leonístico para marcar, também, o “MÊS DA DOMADORA E DA MULHER NO LEONISMO”.

Cabe a nós, Companheiros Leão, pela afinidade que nos une, preparar a justa homenagem tecendo loas e louvores àquelas que, com o açoite da amizade verdadeira, fazem da jaula o primor da nossa existência.

Nos primeiros anos de funcionamento do Lions a mulher não participava das suas atividades.   Deve-se ao CL Humberto Valenzuela, do Chile, Presidente Internacional 1955/1956, o ingresso da mulher em Lions Clubes;  seu ponto de vista foi vitorioso em indicação que fez à Diretoria Internacional e, a partir daquele ano leonístico, as esposas dos Leões passaram a integrar nossa Associação.   No Brasil elas recebem o título de “Domadora”, por indicação do CL Armando Fajardo, nosso Leão número um, para substituir a expressão “Leona” em uso nos Clubes de idioma espanhol.   A designação de “Companheira Leão” surgiu durante a 36.ª Convenção Nacional, realizada em Belo Horizonte em maio de 1989;  houve um plebiscito para a escolha do nome da associada do Lions, ganhando a designação “Companheira Leão”;  na 38.ª Convenção, realizada em Porto Alegre, em 1991, foi ratificada a escolha que passou a vigorar desde então.  Durante a 8.ª Convenção, também realizada em Porto Alegre, através de moção proposta pelo LC de São Paulo-Indianópolis, foi aprovado o mês de setembro para comemorar o “Mês das Domadoras”.   Posteriormente, por resolução do Conselho Nacional de Governadores do ano leonístico 1997/1998, quando orgulhosamente fazíamos parte do Colegiado, a efeméride passou a ser denominada de “Setembro, Mês das Domadoras e da Mulher no Leonismo”.

As mulheres, hoje, são o coração do movimento leonístico.  Não apenas pela graça e encantamento da sua presença, mas também pelo dinamismo e dedicação que demonstram à vanguarda das atividades e das promoções que realizam em benefício dos menos favorecidos.  E nós, Leões, nos orgulhamos disso!   O chicote, em suas mãos, é o símbolo do império da ternura.   Elas domam com amor, com carinho, com a amizade verdadeira, com renúncias e sacrifícios maravilhosos.

Alguém que já perdeu sua companheira escreveu uma crônica intitulada “Asa partida”, expressando a falta que sentia dela.   A companheira que temos é a outra asa que permite nosso vôo equilibrado e seguro e por ela damos graças a Deus.  Sem nossas Domadoras e Companheiras Leão seríamos pássaros de asa partida e, seguramente, se conseguíssemos algum vôo, este seria incerto e sofrido.

O Lions é um clube privilegiado!   Em todas as suas atividades o sucesso é marcante e marcado pela presença feminina, dando aquele toque de mão, de participação, de alegria, culminando com o amor que deve ser a base de todos os nossos propósitos.

Não podemos prescindir do trabalho das nossas estimadas Domadoras e Companheiras Leão, ornamentos preciosos das nossas reuniões e atividades.  Se nos atirarmos a grandes empreitadas é por termos certeza de que elas estarão sempre ao nosso lado.

À nossa frente temos Deus, e à nossa retaguarda, vocês estimadas Domadoras e Companheiras Leão!   Como é bom vocês existirem!  Sejam felizes hoje e sempre!

                                                                 PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                  Assessor Distrital de Instrução Leonística

image002

 

 

image001

Ribeirão Preto, 26 de agosto de 2021

                                                                                   Mensagem n.º 12-2021/2022

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

 

A ORIGEM DO ACRÓSTICO “LIONS” NO BRASIL

Tomo a liberdade de abordar o tema, que faz parte da história do leonismo, face aos motivos que justifico no último parágrafo desta mensagem.

O acróstico, também conhecido como moto, lema, divisa ou preceito escrito, segundo nossos melhores dicionaristas, é um símbolo que vem a ser o conjunto de letras iniciais que compõem verticalmente uma palavra ou frase.

O acróstico do nosso movimento é “LIONS”. No Brasil ele já teve três significados, conforme, despretensiosamente e tão somente para aqueles que ainda não tiveram oportunidade de conhecer (o que não é o caso dos ilustres Companheiros, Companheiras e Domadoras de jubalarga), comento na sequência.

Primeiro acróstico do Lions no Brasil:

Nosso primeiro acróstico, que vigorou de 16/04/1952 (data da fundação do Clubes máster do Rio de Janeiro) até 07/08/1952, era “Liberdade, Entendimento, Organização, Nacionalidade, Esforço e Serviço”, e havia sido retirado das letras que formam a palavra LEONES em espanhol. Como se sabe, quando da chegada do leonismo no Brasil, toda documentação em uso e que seria utilizada por algum tempo era impressa em espanhol (principalmente) e inglês.

Segundo acróstico do Lions no Brasil:

Com a fundação do Clube do Rio de Janeiro, Armando Fajardo, nosso Leão n.º 1, e que trouxe o movimento para o Brasil, procurou traduzir para o português as expressões espanholas dos procedimentos leonísticos.

Assim é que, a partir de 08/08/1952, o Clube máster do leonismo brasileiro passou a ser denominado de Lions Clube do Rio de Janeiro, em substituição ao Clube de Leões do Rio de Janeiro, o que seria seguido posteriormente pelos demais Clubes. E, com a decisão de aportuguesar nossos procedimentos, o acróstico em uso até 07/08/1952 foi substituído, a partir de 08/08/1952, e ficou nacionalmente sacramentado e conhecido por “Liberdade, Inteligência, Ordem, Nacionalidade e Serviço”. Ele permaneceu com essa redação por 45 anos, 10 meses e 18 dias, sendo substituído em 27/05/1998.

Terceiro acróstico do Lions no Brasil:

Durante a 3.ª sessão plenária do então CNG-Conselho Nacional de Governadores 1997/1998, realizada em 27/05/1998, no salão de convenções do Hotel Othon Palace, na cidade de Belo Horizonte/MG, e da qual participei como membro ativo, o Colegiado do Conselho aprovou (por maioria) a moção apresentada pelo Lions Clube de São Paulo-Jardim Paulista, e de autoria do PDG José Gilberto Ribeiro Ratto, alterando o significado das letras “I” e “N” do acróstico da palavra Lions. De acordo com a proposta apresentada, aprovada e editada como resolução do CNG, as palavras “Inteligência” e “Nacionalidade” foram substituídas por “IGUALDADE” e “NACIONALISMO”. O PDG Ratto, que defendeu pessoalmente sua proposta junto ao Colegiado do CNG, convenceu pela razão e pelo seu elevado sentimento leonístico e patriótico. Sua moção procurou adequar os enunciados das letras “I” e “N” para que as mesmas representassem conceitos interpretados pela expressão da linguagem e cultura do povo brasileiro, sem se afastar dos mandamentos filosóficos do leonismo. Segundo ele: “Inteligência” tinha uma conotação mais ligada ao intelecto e à intelectualidade, e um sentimento meramente subjetivo que não coadunava com o interesse geral que deve ser o objetivo do Lions. Já “Igualdade” era uma expressão mais adequada aos sentimentos da comunidade e do nosso movimento, pois todos são iguais perante a Deus, diante da Lei e face a todas as instituições. É a qualidade de igual, de paridade. Além disso, pode ser associada também à igualdade moral, que é a relação entre as pessoas em virtude da qual todas elas são portadoras dos mesmos direitos fundamentais que provém da humanidade e definem a dignidade da pessoa humana. “Nacionalidade” dizia respeito à condição do que é nacional ou disciplina o complexo dos caracteres que distinguem a Nação. Já “Nacionalismo” cultivava o sentido de amor à Pátria e era uma exaltação do sentimento nacional, englobando patriotismo, civismo e cidadania.

Dessa forma, desde 27 de maio de 1998 o leonismo brasileiro tem o seu terceiro acróstico oficial de LIONS: “Liberdade, Igualdade, Ordem, Nacionalismo e Serviço”.

Para concluir,

O que me levou a abordar o assunto, como disse no início desta mensagem, foi a constatação de procedimentos incorretos que tenho observado. Em minhas andanças pelo Distrito venho acompanhando muitas solenidades que são realizadas pelos Clubes, especialmente de posse de novos associados. Tenho observado, inclusive, que em alguns Clubes ainda é utilizado o texto do segundo acróstico do Lions no Brasil, o que não é correto. Em um outro Clube, por exemplo, nem uma coisa e nem outra, pois o enunciado da letra “I” foi substituído por “Integridade” (?????), tirado não sei de onde.

O importante é que, em nossas solenidades, seja utilizado sempre o acróstico oficial do Lions no Brasil, que é “LIBERDADE”, IGUALDADE, ORDEM, NACIONALISMO E SERVIÇO”.

           

                                                                 PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                 Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

 

image001

Ribeirão Preto, 23 de agosto de 2021

                                                                                   Mensagem n.º 11-2021/2022

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

LEONISMO: DEFINIÇÕES

A definição dá o característico geral do leonismo (movimento), particulariza as condições necessárias à qualidade do associado, apresenta as restrições imperiosas (movimento sem cor, política ou religiosa) e, finalmente, abarca todos os objetivos da Associação Internacional de Lions Clubes.

LEONISMO – Definição de ordem geral: Substantivo que designa o movimento sacramentado por Melvin Jones, em 1917, destinado a promover, pelo serviço desinteressado, melhorias no âmbito do município, do país e do mundo, através do companheirismo, da amizade e da compreensão mútua entre seus associados. É um movimento universal que congrega homens e mulheres de elevação moral e espiritual motivados pela sã finalidade de servir desinteressadamente à sua comunidade e aos seus semelhantes.

LEONISMO – Definição para dicionários (Dicionário = conjunto de vocábulos duma língua ou de termos próprios duma ciência ou arte, dispostos, em geral, alfabeticamente, e com o respectivo significado): É o conjunto de normas e de propósitos da Associação Internacional de Lions Clubes em prol do bem-estar cívico, cultural, social e moral da humanidade, sem sectarismo religioso. Apolítico, ativa um vivo interesse na ação cívica e governamental, propugnando pela paz universal. Através dos seus Clubes de Serviço, estuda as necessidades da comunidade e apresenta meios ou sugestões para enfrenta-los, seja através dos seus próprios esforços ou em cooperação com terceiros.

LEONISMO – Definição para enciclopédias (Enciclopédia = conhecimentos relativos a todas as ciências humanas; qualquer obra que abrange todos os ramos de conhecimento): É o conjunto de normas e propósitos da Associação Internacional de Lions Clubes que visa, precipuamente, o bem-estar cívico, cultural, social e moral da humanidade, através de Lions Clubes, na prática do serviço desinteressado, sem partidarismo político e sem sectarismo religioso, alicerçando-se no companheirismo e na compreensão dos seus associados, que são regidos por um Código de Ética.

A DEFINIÇÃO CLÁSSICA DE LEONISMO

A definição transcrita abaixo é uma das mais clássicas do movimento leonístico brasileiro e foi concebida pelo CL Luiz Dutra Pizão, do Lions Clube de São Paulo, nos idos de 1953. Na época, fazia referência a pessoas do sexo masculino, pois apenas os homens podiam ser aceitos como associados dos Lions Clubes. A partir de 1987, com o ingresso das mulheres no Lions, acrescentou-se “mulheres” no texto da definição.   Vamos, com a devida vênia, procurar desmembrá-la e comentá-la, mesmo correndo o risco de ser contestado por algum Companheiro ou Companheira Leão de melhor saber leonístico.

“O leonismo é um movimento composto de homens e mulheres de elevada reputação, que se propõem, sem fins políticos ou religiosos, a promover os princípios éticos, o bem-estar da coletividade e o congraçamento universal.”

“É um movimento” – porque tem sempre um objetivo a cumprir, indefinidamente.

“composto de homens e mulheres” – somente as pessoas com maioridade legal podem participar como associadas dos Lions Clubes.

“de elevada reputação” – é a condição essencial para que uma pessoa seja aceita no quadro de associados. De se observar que “reputação” vai a título geral, no sentido lato. Não é uma reputação só e particular como a artística, a financeira, a profissional. É a reputação geral, com a qual a pessoa merece a estima e a consideração dos que a conhecem, por isso é que é “elevada” naturalmente.

“sem fins políticos ou religiosos” – é um dos característicos do programa do leonismo; em seu seio podem se acomodar, e de fato se harmonizam e identificam, pessoas de todos os credos e de todas as facções. Qualquer limitação ou concessão, nesse sentido, por parte dos Clubes, deixará de ser leonismo.

“a promover” – o leonismo é, acima de tudo, um método para se atingir a aproximação das pessoas à melhoria da coletividade e, assim sendo, deve representar um esforço, um empenho, uma atividade constante.

“os princípios éticos” – vem a ser o embasamento necessariamente moral a toda associação que conjuga os esforços em prol do aprimoramento individual. É o que ocorre quando o leonismo se dispõe a unir os associados com os laços da amizade, com companheirismo e compreensão recíproca; e é igualmente a parte que estimula um elevado padrão de conduta nos negócios e nas profissões.

“o bem-estar da coletividade” - é a parte externa da atividade e de âmbito local. É o serviço desinteressado através do qual o leonismo têm-se imposto ao reconhecimento dos povos. Enfeixa essa parte da definição os 3.º e 5.º Propósitos da nossa Associação.

“o congraçamento universal” – é um dos escopos do leonismo criar e fomentar um espírito de generosa consideração entre os povos da terra (3.º Propósito).

O objetivo desta mensagem tem o condão único e exclusivo de reavivar o que já é do conhecimento dos nossos caríssimos Companheiros Leão, Companheiras Leão, Domadoras e Leos.

                                                                

PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                 Assessor Distrital de Instrução Leonística

image002

 

 

image001

 

Ribeirão Preto, 19 de agosto de 2021

                                                                                Mensagem n.º 10-2021/2022

 

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

UMA REFLEXÃO PARA A VISITA DO CASAL GOVERNADOR AO CLUBE

           

Estou me permitindo apresentar abaixo uma reflexão que, a critério do(a) Presidente do Clube ou do(a) Diretor(a) Social, poderá ser aproveitada em sua saudação durante a visita oficial do casal Governador:

 

“Se é verdade quando escreveram que quem sabe faz a hora e não espera acontecer, não é menos verdadeiro que na lei das causas e efeitos nada acontece por acaso.

 

Hoje nosso Clube recebe a visita oficial do casal Governador Alessandra e Glauber de braços abertos, com muita alegria, honra e orgulho, com muita motivação e responsabilidade.

 

Motivação é o dom que procuramos manter desde a nossa fundação, deixando o leonismo penetrar no dia-a-dia das nossas atividades. Responsabilidade é uma qualidade natural que os membros do Clube têm no comprometimento com os objetivos que assumiram.

 

É bem verdade que nem tudo são flores!

 

Acreditamos que, apesar de ainda manter o romantismo pelo amor de servir, o leonismo enfrenta hoje uma fase de transição que é peculiar nos ciclos da sua existência. E essa transição é exigência ditada pelas próprias conturbações e discrepâncias do mundo atual.

 

Temos a consciência de que o leonismo, mais do que nunca, precisa da união que está patenteada nesta reunião festiva. Uma união que deve ser fortalecida à sombra do companheirismo e da amizade, que é um compromisso de todos nós.

 

O fato de pertencermos a uma Associação que tem no serviço desinteressado a sua pilastra de sustentação, nos coloca, sem dúvida, diante da mais perfeita síntese dos alevantados ideais leonísticos.

           

E isso nos envolve com a ideia da pessoa solidária, a pessoa unida a outras pessoas pelos laços do companheirismo e pelo dever de servir, conduzindo-nos aos mais belos sonhos da colaboração humana.

 

A exemplo das duas faces dos Leões que emolduram o nosso emblema, o Lions possui também dois lados que são a conotação do seu ideário. De um lado é benevolência e altruísmo, é a moral em movimento, é a harmonia entre o supérfluo e o necessário da vida, é o caminho que procura atingir a perfeição. Do outro lado, o Lions é a fonte inesgotável de valorização das grandes conquistas dos seus associados, como a cultura, a liberdade, a pátria, a família, o amor das pessoas e o amor em Deus.

 

E nós, Leões verdadeiros, somos a reafirmação da fé das possibilidades imensas da nossa ideologia, que é a crença das pessoas como Companheiros, Companheiras e Domadoras, crença no trabalho como síntese da liberdade, crença na liberdade como expressão da própria vida.

 

Precisamos continuar cada vez mais unidos na luta pelo nosso ideal!”

           

                                                                  PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                  Assessor Distrital de Instrução Leonística

image002

 

 

image001

Ribeirão Preto, 16 de agosto de 2021

                                                                                   Mensagem n.º 09-2021/2022

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

COMO SOLUCIONAR RAPIDAMENTE OS EVENTUAIS PROBLEMAS DO CLUBE

Você sabe por que o Governador do Distrito nomeia dezenas de Assessores e Coordenadores em sua gestão? É para que, com ele, esses auxiliares dividam as inúmeras responsabilidades na administração de um ano leonístico! Todos, cada um na sua área específica, são indispensáveis para que a gestão leonística no Distrito flua na mais absoluta normalidade.

Alguns Presidentes de Clubes, seja pela amizade ou mesmo pela inegável capacidade de quem é procurado, têm por hábito canalizar seus pedidos, por exemplo, para um único dirigente. Este, por elegância, ou sem querer melindrar quem quer que seja, aceita as solicitações e vai acumulando a condição de “consultor”, muitas vezes em prejuízo da execução das suas funções específicas. É elogiável, mas não é legal!

Meu avô já dizia: “cada macaco em seu galho”. Guardadas as devidas proporções, é o que deve ocorrer entre nós aqui no Distrito LC-6. Vamos, para exemplificar, mencionar algumas situações que podem ocorrer:

  1. Falece um componente do Clube. Um dos seus Diretores, no mesmo dia, comunica o fato para a Coordenadoria Geral ou para o Governador, “mas apenas para autorização da decretação do luto oficial”. No dia seguinte ao sepultamento, deve entrar em contato direto com o Assessor Distrital da Mútua Leonística para as providências práticas cabíveis (encaminhamento da certidão de óbito, identificação dos beneficiários legais, dados bancários para depósito do pecúlio ou esclarecendo que o cheque correspondente poderá ser encaminhado para a Diretoria que esta se encarregará do pagamento entre outras). O Assessor Distrital da Mútua Leonística determinará todas as providências e encerrará o caso. Se surgir alguma situação não rotineira, aí sim o Assessor entrará em contato com a Governadoria.
  2. Surge no Clube uma situação ou algum problema mais sério com seu Leo Clube. A Diretoria entrará em contato direto com a Assessora Distrital de Leo Clube. Esta tomará pé da situação e determinará as providências para solucionar o problema. Caso eventualmente não consiga, aí sim ela entrará em contato com a Governadoria para mediação da questão.   Se o caso for de fundação de um Leo Clube, o contato também deverá ser feito junto à Assessora.
  3. O Clube está encontrando dificuldades para desenvolver e implementar uma atividade de serviço que está desejando realizar. Entre em contato direto com o Coordenador do GST do Distrito e peça a ajuda que se fizer necessária.
  4. Problemas de treinamento e preparo de liderança com associados do Clube? Entre em contato direto com o Coordenador do GLT do Distrito e solicite a ajuda necessária.
  5. Surgiram dúvidas a respeito de questões relacionadas com o protocolo leonístico? Acionem o Assessor de Protocolo do Distrito, que ele está altamente capacitado para esclarecer qualquer situação.
  6. Desejam reformar ou atualizar o Estatuto ou o Regimento Interno do Clube? Procurar o Assessor Distrital de Estatuto e Regulamentos. Ele está altamente qualificado para fornecer orientação segura.
  7. Seu Clube deseja fundar outro Lions Clube? As primeiras tratativas deverão ser incrementadas junto ao respectivo Presidente de Divisão.
  8. Vocês estão pretendendo obter subsídios para desenvolver e gerenciar um programa de LCIF? Nosso Assessor Distrital de Lions Clubs International Foundation tem uma capacidade extraordinária para fornecer uma orientação segura.
  9. Surgiu algum problema sério de finanças em sua unidade? Reporte-se diretamente a algum dos Diretores titulares ou suplentes da Comissão de Finanças. Ele certamente orientará a forma correta de solucionar o problema.
  10. E assim sucessivamente com todas as Assessorias da equipe de colaboradores da Governadoria: meio ambiente e combate à fome; concurso de eficiência; Cartaz sobre a Paz; Lions Quest; intercâmbio juvenil; diabetes; visão; câncer pediátrico e dezenas de outros.

Agora, se vocês quiserem um canal ainda mais direto para suas tratativas, e mais condizente com o nível de competência, e sem passar diretamente pelas Assessorias, reportem seus problemas para seu respectivo Presidente de Divisão, que está apto para resolver ou encaminhar situações. Se ele persistir com alguma dúvida, aí sim recorrerá às Assessorias competentes.

Administrar é simples! Às vezes somos nós que complicamos as coisas! E a observância dos níveis de competência é o que dá vida a uma administração de sucesso!

           

                                                                                         PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                                         Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

image002

 

 

image001

RESOLUÇÃO N.º 011-2021/2022

INSTITUI E REGULAMENTA O “CONCURSO ANUAL DE

INSTRUÇÃO LEONÍSTICA” NO DISTRITO LC-6

DURANTE O ANO LEONÍSTICO 2021/2022

O DG MJF GLAUBER GOMES DA DILVA, Governador do Distrito LC-6 da Associação Internacional de Lions Clubes, no uso das suas prerrogativas estatutárias e regimentais,

CONSIDERANDO que a instrução leonística serve para manter Companheiros Leão, Companheiras Leão, Domadoras e Leos de um Lions Clube, independentemente do tempo de afiliação de cada um, atentos e conscientes a respeito da filosofia do movimento leonístico, das leis que o regem, da sua organização e, acima de tudo, da importância do nosso envolvimento com o legado que nos foi deixado por Melvin Jones;

CONSIDERANDO que uma das formas de manter viva a chama dos nossos ideais é incentivar e incrementar a realização de instrução leonística, no seu mais amplo sentido, durante todas as assembleias realizadas pelos Lions Clubes,

RESOLVE

Fica instituído e regulamentado o “Concurso Anual de Instrução Leonística” no Distrito LC-6 da Associação Internacional de Lions Clubes para o presente ano leonístico, que observará o seguinte

REGULAMENTO

Artigo 1.º - O concurso instituído é destinado a todos os Companheiros Leão, Companheiras Leão, Domadoras e Leos associados das unidades leonísticas do Distrito LC-6.

Artigo 2.º - Cada instrução leonística produzida deverá ser lida durante uma das assembleias ordinárias dos próprios Clubes, ser registrada em ata, e tendo como objetivo:

  1. Manter os associados atuantes e motivados, através da expressão da sua criatividade;
  1. Oportunizar a qualificação acerca do leonismo, buscando informações e conhecimentos;
  1. Reduzir a evasão de associados, resgatando-lhes a autoestima e mantendo-os participantes;
  1. Oportunizar o intercâmbio cultural entre os Clubes do Distrito LC-6.

Artigo 3.º - Cada instrução leonística deverá ser inédita, ter cunho positivo, e ser criada pelo próprio autor participante, não sendo aceita cópia de texto já produzido e conhecido ou até já ter sido publicado pelo próprio autor.

Artigo 4.º - O tema para criação da instrução leonística é livre, mas exclusivamente leonístico, podendo ser apresentado em forma de texto ou poema.

Artigo 5.º - Para efeito do concurso será aceita apenas uma instrução leonística por participante.

Artigo 6.º - Poderão participar do concurso todos os associados do Distrito LC-6 que estejam em dia com suas obrigações junto ao Distrito e Lions Internacional, e cujas Diretorias devem incentivar a participação de todos.

            § único – Fica vedada a participação no concurso dos Companheiros Leão ligados ao staff direto da Governadoria (Governador, Coordenadora Geral do Distrito, Coordenadora Adjunta do Distrito, Secretário da Governadoria, Tesoureira da Governadoria, Tesoureiro Adjunto da Governadoria, 1.º Vice-Governador do Distrito e 2.º Vice-Governador do Distrito).

Artigo 7.º - O concurso observará a seguinte metodologia:

  1. O período de vigência será de agosto de 2021 a maio de 2022;
  2. O concorrente deverá apresentar a instrução leonística com um mínimo de 1.500 (um mil e quinhentos) caracteres e o máximo de caracteres fica a critério do bom-senso do autor. Caracteres são letras, números e sinais de pontuação. Espaços entre as palavras não são caracteres. Se a instrução leonística for impressa em computador, este faz a contagem automaticamente.

b.1) A instrução leonística deverá ser enviada exclusivamente para o email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. com o assunto INSTRUÇÃO LEONÍSTICA.

  1. No período de agosto/2021 a maio/2022 as Diretorias dos Clubes devem encaminhar as instruções leonísticas divulgadas em suas unidades.
  2. As instruções leonísticas participantes serão julgadas na Governadoria durante o mês de junho de 2022.

           Artigo 8.º - A análise e classificação das instruções leonísticas será feita pelo Assessor Distrital de Instrução Leonística, juntamente com uma comissão especial que será designada oportunamente, a qual levará em conta correção gramatical, tema exclusivamente leonístico e apresentação correta do assunto, com introdução, desenvolvimento e conclusão. A classificação será do 1.º ao 10.º colocado.

            § 1.º - O participante que tiver sua instrução leonística classificada em 1.º lugar receberá um troféu especial da Governadoria e um certificado de apreciação. Aos demais classificados até o 10.º lugar será conferido um certificado de participação.

            § 2.º - A instrução leonística classificada em 1.º lugar será publicado na revista BIG.

            § 3.º - A entrega das premiações ocorrerá durante a realização da 1.ª Reunião do Comitê do Gabinete Distrital do ano leonístico 2022/2023 (encerrando o ano leonístico 2021/2022), em local e data que serão definidas pelo futuro Governador 2022/2023.

            Artigo 9.º - Esta Resolução entrará em vigor no dia 16de agosto de 2021.

                                                                                               Nhandeara, 16 de agosto de 2021

                                                                                                                                                        Original assinada pelo Governador

                                                                                           DG MJF GLAUBER GOMES DA SILVA

                                                                                                Governador do Distrito LC-6  

image002

 

 

image001

Ribeirão Preto, 12 de agosto de 2021

                                                                                   Mensagem n.º 08-2021/2022

 

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto: 

ORDEM DE PRECEDÊNCIA PARA ASSEMBLÉIA DE VISITA DO GOVERNADOR

           

 

Alguns estimados Companheiros Leão que exercem a função de Diretor Social em seus respectivos Clubes, embora poucos, ainda encontram certa dificuldade na composição da mesa dirigente quando da realização de solenidades festivas de visita do casal Governador.  São eles os responsáveis pela formação da mesa nessas ocasiões.

 

De se notar que a execução de um protocolo correto tem início com a formação da mesa dirigente.  Se esta for conduzida com a observância das normas vigentes, tudo o mais fluirá em consonância com o que o protocolo leonístico exige.

 

Para colaborar com aqueles Diretores Sociais que ainda precisam de alguma orientação, e apenas imbuídos de um sentimento de companheirismo, fornecemos abaixo a ordem de precedência para composição da mesa dirigente em uma assembleia festiva de visita do casal Governador ao Clube:

 

DIRIGENTES LEONÍSTICOS

Presidente do Clube

Governador do Distrito

Presidente do Conselho de Governadores do Distrito Múltiplo LC

Ex-Presidentes do Conselho de Governadores do Distrito Múltiplo KC

Ex-Governador do Distrito Imediato

1.º Vice-Governador do Distrito

2.º Vice-Governador do Distrito

Ex-Governadores do Distrito (por ordem decrescente)

Coordenador Geral do Distrito

Secretário da Governadoria do Distrito

Tesoureiro da Governadoria do Distrito

Diretor da Escola de Dirigentes do Distrito

Presidentes de Região (precedência para o da região do Clube)

Presidentes de Divisão (precedência para o da divisão do Clube)

Presidente do Distrito LEO

Coordenadores da Equipe de Ação Global

Assessores Distritais

Assistentes Distritais

Presidentes de Clubes (por ordem alfabética do município)

Ex-Presidentes de Clubes imediatos (por ordem alfabética do município)

Secretários de Clubes (por ordem alfabética do município)

Tesoureiros de Clubes (por ordem alfabética do município)

Demais Diretores de Clubes do ano leonístico

Ex-Presidentes de Clubes (por ordem alfabética do município)

 

AUTORIDADES CÍVIS, MILITARES E ECLESIÁSTICAS

Prefeito Municipal

Juiz de Direito da Comarca ou Diretor do Fórum

Presidente da Câmara Municipal

Promotor Público da Comarca ou Diretor do Ministério Público

Vice-Prefeito Municipal

Delegado de Polícia

Autoridades militares (por ordem: Marinha, Exército, Aeronáutica e Polícia Militar)

Vereadores

Dirigentes religiosos

Presidente de Rotary clube

Venerável de Loja Maçônica

Presidente do Clube onde se realiza a reunião (se for o caso)

Presidente da Associação Comercial e Industrial

 

Registros importantes:

Quando o Secretário do Distrito, o Tesoureiro do Distrito ou o Diretor da Escola de Dirigentes for um Ex-Governador de Distrito, será chamado quando da convocação dos Ex-Governadores, dentro da hierarquia do seu ano leonístico.

Muitos Clubes tem por tradição convidar autoridades civis, militares e eclesiásticas para participar de suas assembleias.  É uma honra e nos sentimos recompensados por isso.  Só que protocolo é protocolo, e o leonístico deverá ser rigorosamente observado quando do chamamento para composição da mesa dirigente.  A prioridade de uma reunião leonística é para os dirigentes leonísticos e isso não é demérito para ninguém.  Aliás, autoridades sabem avaliar esse posicionamento, pois, em suas áreas, eles também têm o seu protocolo.  No caso da precedência acima, as autoridades deverão começar a ser nomeadas após o chamamento do Ex-Governador do Distrito Imediato, intercalando-se um dirigente leonístico e uma autoridade (observando-se sempre a ordem de precedência estabelecida).  Um outro aspecto importante: representante não deve ocupar o lugar do representado.  Por exemplo: se um Vereador estiver representando o Prefeito, ele deve ser chamado para a mesa dirigente na qualidade de Vereador e não na vaga que competir ao Prefeito.  Agindo assim, o Clube, o Clube não estará fazendo nada mais do que respeitar o protocolo leonístico, que vem sendo denegrido e agredido de forma inconcebível.

           

                                                                                         PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                                          Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

 

image001

Ribeirão Preto, 09 de agosto de 2021

Mensagem n.º 07-2021/2022

Destinatários: 

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto: 

SUGESTÃO DE PROTOCOLO PARA VISITA DO CASAL GOVERNADOR AO CLUBE

           

Estamos fornecendo abaixo, para colaborar com suas gestões, uma sugestão de protocolo para a assembleia de visita do casal Governador aos Clubes.

Queremos afirmar, para não deixar qualquer dúvida, que, com esse encaminhamento, não estamos atropelando as atribuições da Assessoria Distrital de Protocolo Leonístico.  O PDG MJF Manoel da Rocha Freitas, titular daquela Assessoria, foi previamente consultado e aprovou o encaminhamento dessa nossa mensagem.  Agradecemos a compreensão daquele nosso ilustre e querido Ex-Governador.

PROTOCOLO SUGERIDO:

1.ª PARTE – FORMAÇÃO DA MESA DIRIGENTE

O Diretor Social, exatamente no horário estabelecido no convite, e observando rigorosamente a ordem de precedência, dirige-se ao microfone e anuncia os nomes para formação da mesa dirigente, bem como sua extensão, declinando os nomes dos demais dirigentes e convidados.  Depois, comunica o fato“Companheiro Presidente (ou Companheira Presidente), a mesa está constituída”.  Apenas isso!

2.ª PARTE – ABERTURA, INVOCAÇÃO A DEUS E HINO À BANDEIRA

Presidente bate o sino.

Presidente:  “Invocando a Deus, pela grandeza da Pátria e pela paz entre as pessoas, damos por iniciada esta assembleia festiva do Lions Clube de ........................................, onde temos a satisfação e a honra de receber a visita do casal Governador do Distrito LC-6, MJF Alessandra e DG MJF Glauber Gomes da Silva.

“Solicitamos que todos permaneçam em pé, cada um dentro da sua fé, guardando um minuto de silêncio, enquanto ouviremos a Invocação a Deus na palavra do Companheiro Leão ............................................. (ou da CaL ou DM ...................................................).”

(logo após o término da leitura da Invocação a Deus)

“Ainda em pé, convidamos os presentes para me acompanharem na entoação da primeira estrofe e coro do Hino à Bandeira.”

(logo após o Hino)

“Convidamos que todos ocupem seus lugares.”

 

3.ª PARTE – NOMEAÇÃO DO MESTRE DE CERIMÔNIA

Presidente bate o sino.

Presidente:  “Convidamos o Companheiro Leão .................. ............ (ou a Companheira Leão ................................) para exercer as funções de Mestre de Cerimônia desta noite, e o(a) convidamos para que venha até a mesa dirigente para receber o colar alusivo a essas funções.”

Observação:  o(a) Mestre de Cerimônia vai até a frente do(a) Presidente, recebe o colar (sem tocá-lo, pois o Presidente o coloca em seu pescoço), dirige-se ao microfone e faz seu agradecimento pela indicação.  Sugestão:  “Agradeço o(a) Companheiro(a) Presidente por ter me concedido o privilégio de atuar como Mestre de Cerimônia desta importante solenidade.  Espero cumprir minha missão a contento.”

(logo após a manifestação do Mestre de Cerimônia)

 

4.ª PARTE – SAUDAÇÃO AO CASAL GOVERNADOR

Presidente bate o sino.

Mestre de Cerimônia:  “Convidamos nosso(a) Diretor(a) Social, CL .......................(ou CaL .................................) para que, em nome do Clube, faça a saudação ao casal Governador.”

(um minuto depois da saudação)

5.ª PARTE – TROCA DE MIMOS

Presidente bate o sino.

Mestre de Cerimônia:  “Convidamos o casal Presidente para que, em nome dos associados do nosso Clube, entregue um mimo ao casal Governador.”

(depois da troca de presentes)

6.ª PARTE – TÉRMINO DO PROGRAMA DO MESTRE DE CERIMÔNIA

Presidente bate o sino.

(o Mestre de Cerimônia ocupa o microfone e faz seus agradecimentos.  Sugestão:  “Agradeço ao CL (ou a CaL) Presidente por ter me concedido a honra de atuar como Mestre de Cerimônia desta assembleia festiva, e lhe devolvo o colar alusivo a essas funções.”  (vai até a frente do(a) Presidente e devolve o colar, sem tocar. (O(a) Presidente é quem retira o colar do seu pescoço).

7.ª PARTE – SAUDAÇÃO EM NOME DOS DIRIGENTES E CLUBES VISITANTES

Presidente bate o sino.

Presidente:  “Convido o PDG MJF ............................................................., do Lions Clube de ..................................................., para uma saudação em nome dos dirigentes leonísticos e Clubes visitantes presentes.”

(depois da saudação)

8.º PARTE – MENSAGEM DO GOVERNADOR

Presidente bate o sino.

Presidente:  “Companheiros, Companheiras, Domadores, Leos e visitantes.  Chegou o momento maior da festiva desta noite.  É o momento de ouvirmos a mensagem do Governador do Distrito LC-6, DG MJF Glauber Gomes da Silva, a quem dispensaremos nossa melhor atenção.”

(depois da mensagem do Governador)

9.ª PARTE – LEITURA DA ORAÇÃO PELO BRASIL E ENCERRAMENTO

Presidente bate o sino.

Presidente:  Convidamos o CL ............................................................................ (ou a CaL ..................................................) para proferir a Oração pelo Brasil.”

(depois da leitura da Oração pelo Brasil)

“Desejamos consignar um agradecimento especial aos Companheiros, Companheiras e Domadoras do nosso Clube que colaboraram para realização da festiva desta noite.”

“Agradecemos igualmente a visita dos queridos Companheiros, Companheiras e Domadoras dos Clubes irmãos, que aqui compareceram para enriquecer ainda mais esta solenidade de visita do casal Governador.”

“Agradecemos, também, os prezados e diletos dirigentes leonísticos que registraram suas presenças, o que muito nos honrou.”

“Queremos, em nome dos Companheiros, Companheiras e Domadoras do nosso Clube manifestar ao casal Governador e honra que sentimos em recebe-los como visitante oficial.  A mensagem e incentivo que nos trouxeram servirão para engradecer ainda mais as nossas atividades, o nosso movimento e o nosso Distrito LC-6.!

“Informando que o jantar será seguido a servir, damos por encerrada esta assmbléia festiva e convidamos todos para uma saudação ao Pavilhão Nacional.”

 

Observações deste amigo de vocês:

1- Este é um roteiro enxuto.  Não há necessidade de se prolongar em demasia uma festiva de visita do casal Governador.  Isso, salvo raríssimas exceções, não agrada ninguém.  Com o roteiro acima sugerido, a “fatura” poderá ser liquidada em pouco mais de uma hora.

2- A escolha de apenas um dirigente para falar em nome dos dirigentes e dos Clubes visitantes servirá para agilizar a reunião.  Não existe a mínima necessidade de muita gente ficar falando.

3- Um cuidado especial deverá ser observado pelo(a) Diretor(a) Social na formação da mesa dirigente e sua extensão.  É imprescindível observar a ordem de precedência. Na próxima mensagem, se Deus assim o permitir, pretendo fornecer a relação da ordem de precedência.   Outra observação: dirigentes da mesma categoria não devem, sempre que possível, ser colocados em mesas separadas.  Exemplo: Ex-Governador na mesma mesa com outro Ex-Governador.

4- Alertar o(a) Mestre de Cerimônia.  Ele não toca no colar em nenhuma hipótese.  É o(a) Presidente que coloca e retira o colar do seu pescoço.

5 - O(a) Presidente não deve ter receito de usar o sino e o martelo como alerta, principalmente se houver muito zum-zum-zum na plateia.

6 - Horário foi feito para ser cumprido.  Se a assembleia estiver marcada para as 21:00 horas, o(a) Diretor(a) Social deverá começar a formação da mesa dirigente exatamente neste horário.  Nada de justificar que “vai atrasar um pouco porque estamos aguardando a chegada de determinada autoridade”.  Além do mais, autoridade que se presa sabe cumprir horário.  E, também, que chega no horário deve ser respeitado!

7 - O(a) Presidente deve evitar “abrir a palavra” aos visitantes (uma exceção poderá ser feita ao Prefeito Municipal, se estiver presente), pois, se fizer isso, “a coisa vai longe!.

8 - O PDG que for convidado para falar em nome dos dirigentes e Clubes visitantes deverá ser alertado, com diplomacia, sobre o tempo que lhe será concedido, e para que não se exceda do mesmo.  E deve ser comunicado, se possível com alguns dias de antecedência, que será convidado para transmitir sua mensagem, a fim de evitar aquela famosa afirmativa de “ter sido pego de surpresa”.

9 - Uma assembleia rápida possibilita um tempo maior para o companheirismo durante o almoço ou jantar de confraternização.

10 - Continuamos à disposição dos Clubes para colaborar em tudo que for necessário, assim como nosso estimado Assessor Distrital de Instrução Leonística.

           

PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

 

image001

Ribeirão Preto, 02 de agosto de 2021

Mensagem especial

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

DIA DOS PAIS

 

Domingo, 08 de agosto de 2021, é Dia dos Pais

 

 

TEM PAI DE TODO JEITO...

Tem pai que ama,

Tem pai que esquece do amor.

Tem pai que adota,

Tem pai que abandona.

Tem pai que não sabe que é pai,

Tem filho que não sabe do pai.

Tem pai...

Tem pai que dá amor,

Tem pai que dá presentes.

Tem pai por amor,

Tem pai por acaso.

Tem pai que se preocupa com os problemas do filho,

Tem pai que não sabe dos problemas do filho.

Tem pai...

Tem pai que ensina,

Tem pai que não tem tempo.

Tem pai que sofre com o sofrimento do filho,

Tem pai que deixa o filho esquecido.

Tem pai de todo jeito.

Tem pai que encaminha o filho,

Tem pai que o deixa no caminho.

Tem pai que assume,

Tem pai que rejeita.

Tem pai que acaricia,

Tem pai que não sabe onde está o filho que precisa de carinho.

Tem pai que afaga,

Tem pai que só pensa em negócios.

Tem...

Tem pai de todo jeito.

E você? Que tipo de pai você é?

Eu quero um pai,

Apenas um pai que esteja consciente do amor que tem para dividir.

Eu quero um pai,

Apenas um pai que seja amigo!

A todos os pais, um carinhoso abraço!

Que Deus Pai os abençoe!

Feliz Dia dos Pais!

 

 

 

PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

 

image001

Ribeirão Preto, 02 de agosto de 2021

Mensagem n.º 05-2021/2022

Destinatários: 

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto: 

COMO PREPARAR, ORGANIZAR E DIRIGIR UMA ASSEMBLÉIA

 

A assembleia ordinária de um Lions Clube também deve primar pela observância do protocolo leonístico.  Este, se observado, servirá não apenas para aprimorar a prática leonística como, igualmente, para fazer com que a reunião transcorra de forma ágil e num clima agradável e de elevada grau de companheirismo.

Fornecemos a seguir, com o intuito exclusivo de procurar colaborar, um roteiro daquilo que, em nosso modesto entendimento, deve ser o desenvolvimento de uma assembleia ordinária do Clube:

           

Ato n.º 1:  No horário estabelecido o Presidente ou a Presidente bate o sino.

Comentário:  Os membros do Clube devem fazer o possível e comparecer no local da reunião com alguns minutos de antecedência.  Horário foi feito para ser cumprido.  É preciso acabar com o desagradável costume de se marcar uma reunião para as 20:00 horas e ela comece pelo menos meia hora depois.  Deve-se, acima de tudo, respeitar aqueles que sempre chegam no horário.  No horário determinado pela convocação, o Presidente ou a Presidente deve bater o sino e iniciar os trabalhos.  Aqueles que eventualmente chegarem após o início da reunião devem se acomodar em silêncio, evitando, inclusive, qualquer tipo de cumprimento para não atrapalhar o andamento dos trabalhos.

Ato n.º 2:  O Presidente ou a Presidente abre os trabalhos:  “Invocando a Deus, e pela grandeza do Brasil, declaro aberta esta assembleia ordinária do nosso Clube.”

Comentário:  Depois da abertura protocolar, será sempre elegante o Presidente ou a Presidente solicitar um minuto de silêncio pela paz mundial e pelo registro de algum acontecimento que, eventualmente, tenha envolvido algum associado ou seus familiares e que mereça a solidariedade do Clube.

Ato n.º 3:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita que os presentes permaneçam em pé (e não de pé – pois quem está sem pé infelizmente é deficiente físico), e convida algum Companheiro, Companheira ou Domadora para que proceda a Invocação a Deus.

Comentário:  O indicado ou indicada para a missão não deve repetir a expressão “Invocação a Deus”.  Esta já foi solicitada pelo Presidente ou pela Presidente.  Está existindo, em nosso meio uma diversidade muito grande de invocações.  No leonismo, porém, deve ser proferida aquela usual e que foi adotada oficialmente no leonismo brasileiro, aprovada durante a 29.ª Convenção Nacional de Lions Clubes do Brasil, realizada em maio de 1982 na cidade de Balneário Camboriú/SC.  Trata-se de um monólogo de fé, que nos inspira e conduz aos mais elevados ideais do leonismo.  Durante a leitura da Invocação, os presentes devem se manter com postura firme e respeitoso silencio, e, ao final, repetirem “Assim seja!”.

Ato n.º 4:  O Presidente ou a Presidente bate o sino, solicita que os presentes permaneçam em pé, e convida todos para entoarem a primeira estrofe e coro do Hino à Bandeira.

Comentário:  Durante a entoação da primeira estrofe e coro do hino, na forma oficial da letra de Olavo Bilac e música de Francisco Braga, os presentes devem cantar com moderação, com os braços estendidos junto ao corpo (alguns preferem colocar a mão direita posta à altura do coração, o que também é regulamentar), e dentro da maior mobilização possível.  Nota-se, muitas vezes, a falta de respeito de alguns participantes quando da entoação do hinouns olham para o teto, outros para o chão, alguns para os lados, e tem aqueles que chegam a conversar ou, até mesmo, coçar esta ou aquela parte do corpo.  O posicionamento de cada um deve ser firme e respeitoso, sempre olhando diretamente para o Pavilhão Nacional.

Ato n.º 5:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita que todos ocupem seus lugares.

Comentário:  Cerca de um minuto é mais que suficiente para que todos se acomodem e se coloquem em posição para participar da assembleia.   

Ato n.º 6:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita ao CL Secretário ou CaL Secretária para proceder a leitura da ata da reunião anterior e das correspondências recebidas entre a última e à presente assembleia.

Comentário:  Depois da leitura da ata pelo Secretário ou Secretária, o Presidente ou a Presidente indaga dos participantes se existe alguma correção ao acréscimo a ser feito no documento.  Se houver, solicita que o Secretário ou a Secretária registre.  Depois, o Presidente ou a Presidente submete à aprovação da assembleia o texto da ata, inclusive com as retificações ou acréscimo que houver.  Se aprovado, o Presidente ou a Presidente solicita ao Secretário ou Secretária que registre a aprovação, indicando se foi por unanimidade ou por maioria.  Na sequência, o Secretário ou Secretária informa sobre as correspondências recebidas no período, registrando em ata uma síntese das mesmas.  Deve-se recordar, sempre, que a ata representa a memória do Clube e a sua história e, portanto, tudo deve ser registrado.  O Secretario ou a Secretária informa, também, sobre o quórum registrado na assembleia.

Ato n.º 7:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita que o CL Tesoureiro ou a CaL Tesoureira faça as comunicações sobre as finanças do Clube e leitura do balancete mensal, se houver, comparando receitas e despesas.

Comentário:  O Tesoureiro ou a Tesoureira comenta a situação financeira do Clube.  Sempre é bom lembrar que o Tesoureiro ou a Tesoureira não é o “cobrador do Clube”.  Deve ser procurado e não procurar os interessados para que cumpram suas obrigações junto à tesouraria.  Todas as movimentações ou pagamentos efetuados pelo Tesoureiro ou pela Tesoureira devem ser reportados ao Secretário ou à Secretária, através de fotocópias, para que conste na ata dos trabalhos e sejam anexadas ao Informe Mensal de Atividades do Clube.

Ato n.º 8:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e passa a palavra ao Diretor Social para que este reporte os fatos relacionados com a sua pasta.

Comentário:  O Diretor Social deve anunciar os aniversariantes e datas comemorativas do período, anunciar as programações do Clube e prestar contas dos eventos realizados no período anterior.  Sempre é bom lembrar que os eventos do Clube são programados pela sua Diretoria, competindo à assembleia aprova-los ou não.  Havendo presença de convidados ou visitantes na assembleia, compete ao Diretor Social fazer a saudação em nome do Clube

Ato n.º 9:  O Presidente ou a Presidente bate o fino e passa a palavra para o Diretor de Associados a fim de que ele comente as atividades da sua área.

Comentário:  É importante a atuação do Diretor de Associados na estabilidade do quadro social do Clube.  Ele deve incentivar Companheiros e Companheiras para viabilizar a apresentação de novos associados.  Deve orientar os padrinhos para que deem acompanhamento leonístico aos novos associados, integrando-os nas atividades do Clube e acompanhando o desenvolvimento de cada um.  Se, durante a assembleia, estiver presente algum candidato a associado já aprovado, o Diretor de Associados deve comandar uma auto apresentação dos presentes, que deve ser simples e objetiva.

Ato n.º 10:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e concede a palavra aos demais Diretores do Clube (Diretor de LCIF, Diretor de GLT, Diretor de GMT, Diretor de GST e Diretor de Comunicação e Marketing), para que os mesmos, desejando, usem a palavra para comentar eventuais registros em suas pastas.

Comentário:  É importante que os Diretores informem aos membros da assembleia sobre os fatos que estejam ocorrendo em suas pastas.  Os associados precisam e devem conhecer o que acontece nos bastidores do Clube, do Distrito e da Associação Internacional e se mantenham informados, inclusive para opinarem e dar sugestões.

Ato n.º 11:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e convida o Companheiro, a Companheira ou a Domadora previamente convocada para proceder a instrução leonística.

Comentário:  A instrução leonística é a forma de se manter os Associados do Clube, independentemente do tempo de afiliação de cada um, atentos e conscientes a respeito da filosofia do movimento leonístico, da leis que o regem, da sua organização e, acima de tudo, da importância do nosso envolvimento com o legado que nos foi deixado pelos fundadores.  E uma das formas de manter viva essa chama de ideais é incentivar e incrementar a realização de instrução leonística durante as assembleias.  O autor da instrução leonística deve, preferencialmente, traze-la por escrito, para que, ao final, uma cópia seja entregue ao Secretário ou à Secretária a fim de constar da ata a ser encaminhada à Governadoria juntamente com o Informe Mensal de Atividades.  O Presidente ou a Presidente, em cada assembleia, deverá convidar algum dos seus membros para proferir a instrução leonística da assembleia seguinte.

Ato n.º 12:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e declara jaula aberta.

Comentário:  A jaula aberta é a parte prática da assembleia.  Nesta ocasião, o Presidente ou a Presidente comenta sobre os assuntos que ficaram em pendência e quais as soluções encontradas ou providências tomadas; propõe, com base em sugestões apresentadas, atividades que poderão ser realizadas; indica medidas que o Clube poderá adotar junto às autoridades para solução de determinados problemas existentes na comunidade, entre outros.  Todos os assuntos sugeridos ou medidas a serem tomadas devem ser aprovadas pela assembleia.  Durante a jaula aberta, o Presidente ou a Presidente deverá comandar a participação dos membros presentes à assembleia, solicitando que as participações sejam feitas uma a uma, individualmente, a fim de evitar choques de comentários ou discussões que possam tumultuar os trabalhos.  E essa atuação do Presidente ou da Presidente é de relevante importância, pois depende deles cuidar da forma e condução dos assuntos que estiverem sendo discutidos, evitando que a reunião se torne excessivamente burocrática, prolixa e cansativa.  O Presidente ou a Presidente deve se esmerar em descomplicar a assembleia e torna-la mais eficiente e objetiva, ou seja, mais agradável.  Querer mudar o protocolo ou inovar sem medir as consequências é deixar de lado os procedimentos que garantem a grandeza do leonismo.

Ato n.º 13:  O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita que algum Companheiro ou Companheira faça a “Oração pelo Brasil”;

Comentário:  É uma conclamação cívica de amor ao estudo e ao trabalho e da grandeza da nossa Pátria, que deve ser repetida com fervor pelos participantes da assembleia.

Ato n.º 14:  O Presidente ou a Presidente bate o sino, agradece a participação da sua Diretoria e dos demais participantes nos trabalhos da assembleia, marca a data e horário da próxima reunião, solicita uma salva de palmas ao Pavilhão Nacional e dá por encerrado os trabalhos.

Comentário:  O agradecimento é uma forma elegante do Presidente ou da Presidente encerrar a assembleia.  Deve agradecer todos aqueles que tiveram funções durante a reunião, quem fez a Invocação a Deus, o Secretário, o Tesoureiro, o Diretor Social, o Diretor de Associados, os demais Diretores que participaram, quem fez a instrução leonística, quem fez a Oração pelo Brasil e todos aqueles que tiveram participação ativa durante a jaula aberta.  A confirmação da data da próxima assembleia também é indispensável. Para os que estiveram ausente, o Presidente ou a Presidente recomenda ao Secretário ou à Secretária para que os comuniquem pessoalmente.

PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

 

image001

Ribeirão Preto, 29 de julho de 2021 

Mensagem n.º 04-2021/2022

 

 

Destinatários: 

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto: 

MENSAGEM AO PRESIDENTE DO CLUBE QUE ENCERROU O MANDATO

 

Milhares de Leões, anualmente, nesta época do ano, estão deixando o cargo após terem sido Diretor Internacional, Governador de Distrito ou Presidente de Clube.  Muitos nunca mais concorrerão a um cargo na Associação, mas cada um tem experiência que, se for usada, assegurará o vigor e a vitalidade do Leonismo.

Muitas vezes, num passado não muito distante, esta experiência conseguida com árduo trabalho era desperdiçada.

Nenhum novo ocupante de cargo quer que seu predecessor fique “vigiando-o” ou tentando manter seu poder e, frequentemente, a atitude parece ser de “você já teve sua vez, agora desapareça”.

A Associação Internacional de Lions Clubes está cada vez mais consciente de que não pode desperdiçar ou deixar de lado suas lideranças do passado.  Há muitos anos ela vem transmitindo esta mensagem aos líderes entrantes e até mesmo sugestões específicas para usar o conhecimento e a experiência daquelas lideranças.

Por outro lado, os dirigentes que estão assumindo às vezes reclamam que esses esforços dão resultados opostos.  Que, ao invés de dar uma mão, o ex-dirigente se impõe.  Embora as leis da natureza humana (e o ego humano) não possam repelidas, a Associação acredita que existe um meio termo entre a necessidade de ajuda ao líder em exercício e o apoio que os líderes do passado podem dar.

Como ex-Presidente de Clube, você acumulou muito de experiência e liderança.  Além de ter desempenhado o cargo de Presidente, você foi Vice-Presidente em anos anteriores, e provavelmente tenha desempenhado outros cargos na Diretoria do seu Clube.  Você também fez parte do Conselho Consultivo do Governador do Distrito.

O que você vai fazer agora?  Concorrer a um cargo mais elevado é certamente uma possibilidade!  As pessoas que procuram uma posição de liderança a um nível mais alto são sempre bem recebidas nas organizações voluntárias, e você não deve hesitar em explorar essa possibilidade.  Você certamente está satisfeito por ter servido no mais elevado cargo do Clube.

A Associação espera que você não fique satisfeito com suas realizações, mas que continue envolvido no crescimento e no sucesso do seu Clube.  Cada vez mais, nos anos recentes, líderes em exercício têm sido encorajados a não desperdiçar a experiência e o talento dos seus predecessores.  Repetimos que frequentemente, no passado, a atitude parece ter sido:  “Você já teve a sua vez, agora desapareça”.  Francamente, esta atitude muitas vezes era consequência da vacilação do ex-Presidente de Clube de “abrir mão do poder”.  De fato, em alguns lugares do mundo (não aqui no Brasil, é claro) tem ex-Presidente que parece considerar o Presidente em exercício mais como um fantoche do que como um novo líder.

É muito importante para o ex-Presidente compreender que o Presidente que assume foi eleito pelos Leões para conduzir o Clube.  Seu papel é oferecer-lhe sua experiência como um instrumento que ele possa utilizar para implementar, com sucesso, o programa do Clube para o ano leonístico.  Se você for solicitado para exercer um cargo, deve considerar um dever e um privilégio, e é com este espírito que os conselhos e sugestões abaixo são oferecidos pela Associação Internacional - conselhos e sugestões que assegurarão que sua experiência arduamente obtida não seja desperdiçada ou ignorada:

- Preste atenção nos materiais recebidos e mantenha-se em contato com a Diretoria do Clube.  Leia e absorva as comunicações recebidas do Clube, inclusive noticiários de outras publicações.  Além disso, procure ter tempo para ler outras publicações recebidas do Distrito, do Distrito Múltiplo, bem como da revista “The Lion”.  Isto assegurará que seu conhecimento dos assuntos do Clube e da Associação manter-se-á atualizado.

- Assista fielmente as reuniões e funções do Clube.  A sua frequência assídua às reuniões e atividades do Clube dará um bom exemplo aos demais associados (especialmente os novos) e demonstrará sua contínua dedicação.  Você deve também procurar assistir as Reuniões e Convenções Distritais.

- Se for solicitado, participe da orientação de novos associados e do treinamento dos dirigentes do Clube.  Esta é uma função muito importante e para a qual você é altamente qualificado.  Se o seu Clube não possuir um programa nestas áreas, você e os demais ex-Presidentes poderiam oferecer seus serviços para criar um.

- Conforme determinado, dissemine ativamente informações sobre o Clube a outros grupos e ao público em geral.  Presumindo que você tenha se mantido atualizado sobre as atividades do Clube, você pode ser um excelente porta-voz do Leonismo a outros grupos, ao público geral e à imprensa.  Comunique ao seu Presidente o seu desejo de ajudar a Comissão de Relações Públicas do Clube.

- Aceite tarefas com boa vontade.  Talvez o mais importante de tudo é você demonstrar boa vontade em aceitar tarefas do novo Presidente do Clube.  Tudo aquilo que ajudar o Clube ou a sua comunidade deve merecer a sua cooperação.  Tenha em mente que você é, antes de tudo, um Leão, e, depois, um ex-Presidente de Clube.

Aceite esta mensagem como uma sincera colaboração, pois SERVINDO COM PARTICIPAÇÃO é que nós demonstramos o amor que nutrimos pelo nosso movimento.

                                                                                                                    

                        PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                 Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

 

image001

Ribeirão Preto, 26 de julho de 2021

                    Mensagem n.º 03-2021/2022

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

MENSAGEM AO PRESIDENTE DO CLUBE QUE ASSUME O CARGO

 

Chegou, finalmente, o seu ano maravilhoso, a sua vez de ocupar o mais alto e importante cargo do leonismo: Presidente do seu Lions Clube.

O movimento leonístico fundamenta-se nos princípios democráticos de eleições livres e na sadia norma da renovação de lideranças na direção dos clubes.

Você vai comandar os destinos do seu Clube por um ano e terá o prazer de:

- Ser o mais importante Leão do seu Clube e, como disse acima, do leonismo internacional. E isso não deixa de ser uma verdade, porque sem o Presidente não existiria o Clube, e sem Clube...

- Ser o planejador de campanha em prol dos necessitados, e o líder na execução de tais campanhas. E é maravilhoso sentir a alegria da missão cumprida.

- Presidir as assembleias do seu Clube, tendo a certeza de que está seguindo rigorosamente o protocolo leonístico.

- Ser destaque em sua cidade, sendo convidado para participar de reuniões junto aos órgãos do poder público, nos clubes de serviço e nas associações que fazem parte da sua comunidade.

- Notar o orgulho sadio e prazeroso da sua Domadora, sentindo-se realizada como esposa de um Leão que sabe o que quer.

- Sair do anonimato e conquistando espaços importantes na vida comunitária, exercendo a sã política que é filha da moral e da razão.

- Ao término do seu ano leonístico, receber o reconhecimento e a gratidão não somente dos membros do seu Clube, como também da comunidade como um todo.

- Ver que sua posição no Clube ensejará sua participação nas reuniões do Comitê Consultivo do Governador, das reuniões e convenções do Distrito e do Distrito Múltiplo.

Você foi eleito, empossado e está no comando do Clube. E agora? Bem, vou tentar registrar alguma coisa a respeito das suas atribuições:

- Seu planejamento para o ano leonístico deve ter sido elaborado. Siga-o atentamente. Cumpra os prazos. Delegue poderes aos seus comandados.

- Deixe claro à sua Domadora que ela é figura de suma importância nas atividades e administração do Clube. Ela vai liderar a ação das Domadoras e Companheiras Leão, essas criaturas maravilhosas e sem as quais você e seus Companheiros Leão pouco ou nada farão.

- Leia, releia e estude o Manual do Presidente. Você deve saber, com exatidão, tudo o que a Associação Internacional e o seu Distrito quer e precisa que você faça.

- Entrose-se com seu Secretário, com seu Tesoureiro e com seus Diretores, e atuem em equipe, cada qual sabendo perfeitamente o que precisa e deve ser feito.

- Mantenha contato permanente com o seu Governador de Distrito, procurando, em conjunto, atingir as metas e objetivos propostos.

- Tenha um cuidado especial com a correspondência recebida pelo Clube, pois quando não ficar bem claro quem a receberá e encaminhará, quebrar-se-á um elo importante na corrente de comunicação do leonismo. Não deixe nenhuma correspondência sem resposta.

- Ao presidir as reuniões de Diretoria e as assembleias ordinárias e festivas, faça-o sempre de acordo com as normas existentes e obedecendo o protocolo leonístico. A maneira mais segura de manter o Clube ativo é manter a disciplina e a ordem nas reuniões. Não tenha receio de usar o símbolo da sua autoridade leonística: o sino e o martelo. Somente você poderá usá-los e deve fazê-lo sempre. Não se descuidar das bandeiras colocadas em ordem hierárquica, com o suporte das mesmas colocado sempre à direita da mesa diretiva dos trabalhos. É recomendável que a Invocação a Deus seja sempre declamada, pois é importante que Ele participe das nossas atividades. O Hino à Bandeira somente deverá ser entoado quando a Bandeira Nacional estiver presente.

- Uma boa e importante medida será comunicar a todas as autoridades constituídas da comunidade, através de ofício, que a Diretoria do seu Clube mudou e que você é o novo Presidente.

- Você deve ter nomeado as comissões exigidas pela Associação Internacional. Tome cuidado para que todos os associados integrem pelo menos uma comissão.

- Distribua aos seus Diretores e Presidentes de comissões os folhetos que contém os seus deveres e atribuições, juntamente com um exemplar do Estatuto e do Regimento Interno do Clube.

- Solicite que seu Secretário providencie e distribua a todos os associados uma relação com os nomes, endereços e data dos aniversários de todos os Leões e Domadoras, caso não tenha sito impressa a nominata do Clube.

- Faça com que seu Clube compareça às reuniões do Comitê do Governador do Distrito da sua Divisão, no mínimo com sua Diretoria completa. Seu Clube deverá comparecer também, com a maior delegação possível, às Reuniões Distritais, Convenções, Foruns, Seminários, visitas oficiais do Governador de Distrito e reuniões inter-Clubes.

- Faça com que seu Clube participe integralmente da vida da sua comunidade, sentindo os problemas, organizando campanhas e comemorando as datas e os fatos com ela relacionados.

- Lembre-se que, desde que seu Clube goze de bom conceito na comunidade, jamais haverá dificuldade em conseguir novos associados para seus quadros.

- Promova a publicação de um boletim informativo, para divulgação das suas realizações na comunidade e, também, servir para intercâmbio leonístico.

- Solicite que a Comissão de Finanças providencie a elaboração de um orçamento administrativo semestral, para que o mesmo seja previamente aprovado pela assembleia.

- Determine ao seu Tesoureiro o pagamento, dentro dos prazos previstos, das cotas devidas à Associação Internacional e ao Distrito, além das taxas da Mútua Leonística, a fim de manter seu Clube no pleno gozo dos seus direitos.

- Alerte seu Secretário para que envie o Informe Mensal de Atividades imediatamente após a última assembleia do mês.

Estou me permitindo encaminhar esta mensagem unicamente com o objetivo de colaborar, pois, SERVINDO COM PARTICIPAÇÃO, estamos todos colaborando para que o movimento leonístico mantenha sempre acesa a chama do ideal a que nos propusemos.

            Presidente, este é o seu ano! Viva-o intensamente!

                                                                                                                    

PDG MJF ANTONIO  DOMINGOS ANDRIANI

Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

 

image001

Ribeirão Preto, 22 de julho de 2021

Mensagem n.º 02-2021/2022

Destinatários:

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto:

OBJETIVOS DA INSTRUÇÃO LEONÍSTICA

         

Em reunião de Lions a instrução leonística reveste-se de fundamental importância por ter a finalidade de transmitir conhecimentos e orientar sobre nosso movimento. É a busca do saber acerca da filosofia e das normas do movimento da Associação Internacional de Lions Clubes.

É a forma mais objetiva e eficiente que se encontrou para transmitir a doutrina de Melvin Jones e para fazer com que ela se aprofunde no âmago desse movimento internacional.

A instrução leonística tem por objetivo fazer com que os associados de um Clube sejam instados à prática do serviço desinteressado, à defesa dos interesses comunitários, ao incentivo aos princípios do bom governo, da boa cidadania, à união dos Clubes pelos laços da amizade, do bom companheirismo e compreensão recíproca, bem como ao fomento de um espírito de compreensão entre os povos da terra.

Pelos benefícios advindos para a prática do leonismo, ela deve ser adotada em todas as assembleias de um Clube, de forma paulatina, pois é sabido que a apreensão do conhecimento não ocorre da noite para o dia, de relance.

Segundo Paulo Freire, “Aprender não é um ato findo. É um exercício constante de renovação.” Para Abigail Adans, trata-se de um processo quando afirma que “O aprendizado não é conquistado acidentalmente. Ele deve ser perseguido com ardor e tratado com diligência”, corroborando com outro autor que declarou que “aprender é um processo que se inicia quando se nasce e só termina quando se morre”.

O PDG 1974/1975 Arnaldo Setti, do LB-3, de saudosa memória, externou muito claramente o seu pensamento sobre o que vem a ser a instrução leonística quando, no prólogo da coletânea elaborada pelo CL Walteno Marques da Silva, em abril de 2002, sob o título “Instrução Leonística, Conhecendo e Melhorando” disse: “Na expressão instrução concentra-se o cerne do objetivo que se procura alcançar. Instrução é educação cultural. Pode a pessoa palmilhar pelos incontáveis caminhos e em todos, procurando seu alicerce, irá encontrar a instrução. Sejam quais forem as áreas do conhecimento humano, este só será adquirido por intermédio da instrução. Quanto mais a pessoa se instruir mais vai ampliar seu conhecimento, mais vai avançar em sua educação cultural. O conhecimento é o domínio teórico ou prático de um assunto, seja ele qual for, inclusive, obviamente, o conhecimento leonístico.”

Dada sua importância, a instrução leonística não pode ser tratada de qualquer maneira, sem preparação cuidadosa, a começar pela escolha do tema a ser abordado, que deve ser importante, oportuno e adequado para a plateia ouvinte, cuja finalidade pode ser de natureza informática ou motivacional. Deve, enfim, tratar de tema relevante, mediante escolha e ministrada conforme planejamento elaborado no início da gestão, para ser desenvolvido durante o ano leonístico.

Outro ponto benéfico da instrução leonística é que ela é útil não só para os ouvintes, mas, também, para a pessoa que a escreveu e que fará a sua apresentação. Cora Coralina ao refletir sobre a correlação entre o saber e a sua transferência disse: “Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.”

Para cumprir realmente sua finalidade, ela não deve ser proferida em forma de discurso, mas sim através de explanação sucinta e voltada para todos, de maneira concisa, sem divagação, fantasia ou devaneio. Deve ser bem apresentada, de forma audível, de modo a despertar a atenção e o interesse de todos os ouvintes.

Por consideração e respeito ao apresentador e para facilitar o cumprimento da sua missão, deve-se ouvir a instrução leonística com a mesma atenção com que se desejará que façam os ouvintes quando for apresentar a sua. É a maneira mais apropriada e cortês de se proceder, pois, sendo assim, o apresentador, por um lado, terá mais entusiasmo para transmitir os seus conhecimentos e a plateia, por outro, absorverá melhor o conteúdo apresentado.

Vamos pensar sobre isso?

PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

Assessor Distrital de Instrução Leonística

image001

Ribeirão Preto, 19 de julho de 2021

Mensagem n.º 01-2021/2022

 

Destinatários: 

CLUBES E DIRIGENTES LEONÍSTICOS DO DISTRITO LC-6

Assunto: 

ATRIBUIÇÕES DA ASSESSORIA

           

No dia de ontem abriram-se as cortinas e surgiu o cenário de mais um ano leonístico.  Que as graças do bom Deus permitam que este seja menos ruim que o anterior, pois ainda estamos travando uma longa batalha com a terrível pandemia que nos assola.  Tenhamos fé!

O Governador Glauber Gomes da Silva nos convidou para assumir esta Assessoria durante sua gestão do ano leonístico 2021/2022.  Aceitamos o desafio de bom grado, soldado que somos das causas do nosso envolvente movimento.     Vamos procurar cumprir a missão, apesar das nossas limitações, dentro daquilo que estiver ao nosso alcance.

Em nossa literatura quase tudo, ou praticamente tudo, já foi escrito sobre instrução leonística.  Nada se renova e tudo se repete com insistência.  O mal é a não captação, divulgação, reiteração e aplicação daquilo que já foi escrito por parte dos interessados.

Portanto, pouca coisa há para ser acrescentada por parte desta Assessoria.  Mas, no entanto, uma resposta precisa ser dada para justificar nossa indicação e nomeação.

Vamos, então, procurar repassar aos Clubes e dirigentes, uma vez por semana, ou mais se houver oportunidade, algumas mensagens novas ou que já foram editadas e publicadas,  Inclusive algumas divulgadas em nossa coluna “Fala Andriani”, que permanece constando do site oficial do Distrito LC-6, bem como nas cartas mensais do ano anterior, com o objetivo exclusivo de avivar a memória dos interessados.

Esperamos, assim, vir constantemente à presença dos destinatários com alguma lembrança sobre instrução ou orientação leonística, procurando relembrar a todos e colaborar com o Governador Glauber na confiança que ele está depositando em nosso trabalho.

 

Um grande e fraterno abraço.

 

PDG MJF ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

Assessor Distrital de Instrução Leonística

 

 

Próximo Evento 

Time passed:
3
3
2
2
3
3
0
0
5
5
2
2
6
6

Usuários Online 

Temos 67 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

5470547
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
3183
6202
35475
5285235
160515
185029
5470547

Seu IP: 3.237.2.4
25-09-2021 18:35

Curtir No FaceBook 

Scroll to top